0

Entrevista exclusiva: É preciso aprovar uma PEC Emergencial potente, diz Abdelmalack, da Veedha

politica

Entrevista exclusiva: É preciso aprovar uma PEC Emergencial potente, diz Abdelmalack, da Veedha

Aprovação de PEC Emergencial robusta é necessária para garantir manutenção do Teto, diz economista-chefe da Veedha em entrevista exclusiva

Entrevista exclusiva: É preciso aprovar uma PEC Emergencial potente, diz Abdelmalack, da Veedha
leopoldo-vieira-teixeira

Atualizado há mais de 1 ano

Ícone de compartilhamento

Brasília, 3 de fevreiro – Os dois novos homens fortes do Parlamento, Arthur Lira, na Câmara, e Rodrigo Pacheco, no Senado, foram apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro, por isso a expectativa do mercado é de que a pauta econômica avance agora com mais força.

Hoje, Lira e Pacheco divulgaram declaração conjunta na qual defendem respeito ao Teto de Gastos combinado com a concessão de mais ajuda emergencial aos mais vulneráveis. O governo encaminhou a eles uma lista de prioridades com as Propostas de Emenda à Constituição de ajuste fiscal, como a PEC Emergencial, mas onde também consta pauta de costumes e outros 30 projetos que podem fazer o Planalto perder o foco.

Sobre as tendências abertas com a vitória de Lira e Pacheco, nosso analista político, Leopoldo Vieira, conversou com Camila Abdelmalack, economista-chefe da Veedha Investimentos.

TC Mover – O que se pode esperar das reformas fiscais e econômicas, sobretudo em relação ao futuro do Teto de Gastos, com este resultado no Congresso?

Camila Abdelmalack
– O que a gente precisava de bate pronto é da aprovação da PEC Emergencial com potência fiscal e não uma que passe um texto só por passar. Isso será necessário para garantir a manutenção da nossa âncora fiscal que é o Teto de Gastos. O Tribunal de Contas da União deve votar o que fazer com os créditos orçamentários abertos, cerca de 80 milhões, do Orçamento de Guerra, definindo o que pode passar de 2020 para 2021. Com a abertura de crédito extraordinário o governo poderá encaixar o auxílio para proteger o Teto. Vamos ver se o governo vai conseguir se concentrar nisso ou se vai perder o foco para atender sua base, como demandas de bancadas como a da “bala”.

Texto: Leopoldo Vieira

Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins/TC

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.