IBOV

110.786,43 pts

+0,05%

SP500

4.525,99 pts

-0,22%

DJIA

35.502,58 pts

-0,30%

NASDAQ

15.369,26 pts

-0,13%

IFIX

2.738,39 pts

-0,06%

BRENT

US$ 84,87

-1,11%

IO62

¥ 650,00

-8,77%

TRAD3

R$ 7,95

-0,87%

ABEV3

R$ 15,35

+1,18%

AMER3

R$ 39,69

+1,17%

ASAI3

R$ 16,77

+1,02%

AZUL4

R$ 30,56

-1,29%

B3SA3

R$ 13,11

+5,04%

BIDI11

R$ 48,15

+6,52%

BBSE3

R$ 21,33

+0,28%

BRML3

R$ 8,08

-0,85%

BBDC3

R$ 18,46

+3,18%

BBDC4

R$ 21,61

+2,80%

BRAP4

R$ 52,05

-2,14%

BBAS3

R$ 31,14

+1,36%

BRKM5

R$ 59,09

+3,43%

BRFS3

R$ 23,65

-1,29%

BPAC11

R$ 24,79

+2,69%

CRFB3

R$ 17,61

-2,05%

CCRO3

R$ 12,41

+1,47%

CMIG4

R$ 14,81

+0,40%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,41

+0,41%

COGN3

R$ 2,89

-0,68%

CPLE6

R$ 6,62

-0,60%

CSAN3

R$ 22,20

-2,07%

CPFE3

R$ 26,22

+0,45%

CVCB3

R$ 18,63

-1,00%

CYRE3

R$ 16,62

-2,00%

ECOR3

R$ 9,50

-0,31%

ELET3

R$ 37,84

-3,54%

ELET6

R$ 37,98

-3,40%

EMBR3

R$ 24,65

-1,00%

ENBR3

R$ 19,44

+2,04%

ENGI11

R$ 44,26

+0,34%

ENEV3

R$ 14,69

+0,61%

EGIE3

R$ 38,99

+2,09%

EQTL3

R$ 24,00

-0,94%

EZTC3

R$ 21,80

-1,31%

FLRY3

R$ 20,30

-1,45%

GGBR4

R$ 27,34

-1,79%

GOAU4

R$ 12,43

-1,27%

GOLL4

R$ 18,12

-3,77%

NTCO3

R$ 39,59

-1,98%

HAPV3

R$ 11,71

-2,90%

HYPE3

R$ 29,28

+0,27%

IGTA3

R$ 31,24

-1,97%

GNDI3

R$ 66,06

-2,42%

IRBR3

R$ 5,22

+1,95%

ITSA4

R$ 11,13

+1,82%

ITUB4

R$ 24,90

+2,46%

JBSS3

R$ 38,16

+0,47%

JHSF3

R$ 5,75

-0,17%

KLBN11

R$ 22,50

+0,67%

RENT3

R$ 51,78

-2,85%

LCAM3

R$ 22,78

-4,08%

LWSA3

R$ 22,48

+5,98%

LAME4

R$ 6,30

+0,15%

LREN3

R$ 34,94

+1,33%

MGLU3

R$ 13,25

-3,56%

MRFG3

R$ 25,68

-1,11%

BEEF3

R$ 9,69

-3,29%

MRVE3

R$ 11,51

-1,28%

MULT3

R$ 19,36

-0,56%

PCAR3

R$ 28,87

+0,24%

PETR3

R$ 29,37

+1,52%

PETR4

R$ 28,41

+1,10%

BRDT3

R$ 23,23

-0,08%

PRIO3

R$ 26,90

+1,08%

QUAL3

R$ 18,51

+0,92%

RADL3

R$ 21,67

-2,86%

RAIL3

R$ 17,09

-3,17%

SBSP3

R$ 37,78

-0,29%

SANB11

R$ 36,07

+3,44%

CSNA3

R$ 25,54

-0,85%

SULA11

R$ 26,22

+3,30%

SUZB3

R$ 48,40

-0,81%

TAEE11

R$ 37,69

+0,18%

VIVT3

R$ 46,00

+0,04%

TIMS3

R$ 12,37

+0,97%

TOTS3

R$ 33,42

-2,96%

UGPA3

R$ 14,76

+0,47%

USIM5

R$ 14,97

-3,85%

VALE3

R$ 76,41

-3,68%

VIIA3

R$ 7,49

-4,46%

WEGE3

R$ 40,11

+2,19%

YDUQ3

R$ 24,90

-0,63%

IBOV

110.786,43 pts

+0,05%

SP500

4.525,99 pts

-0,22%

DJIA

35.502,58 pts

-0,30%

NASDAQ

15.369,26 pts

-0,13%

IFIX

2.738,39 pts

-0,06%

BRENT

US$ 84,87

-1,11%

IO62

¥ 650,00

-8,77%

TRAD3

R$ 7,95

-0,87%

ABEV3

R$ 15,35

+1,18%

AMER3

R$ 39,69

+1,17%

ASAI3

R$ 16,77

+1,02%

AZUL4

R$ 30,56

-1,29%

B3SA3

R$ 13,11

+5,04%

BIDI11

R$ 48,15

+6,52%

BBSE3

R$ 21,33

+0,28%

BRML3

R$ 8,08

-0,85%

BBDC3

R$ 18,46

+3,18%

BBDC4

R$ 21,61

+2,80%

BRAP4

R$ 52,05

-2,14%

BBAS3

R$ 31,14

+1,36%

BRKM5

R$ 59,09

+3,43%

BRFS3

R$ 23,65

-1,29%

BPAC11

R$ 24,79

+2,69%

CRFB3

R$ 17,61

-2,05%

CCRO3

R$ 12,41

+1,47%

CMIG4

R$ 14,81

+0,40%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,41

+0,41%

COGN3

R$ 2,89

-0,68%

CPLE6

R$ 6,62

-0,60%

CSAN3

R$ 22,20

-2,07%

CPFE3

R$ 26,22

+0,45%

CVCB3

R$ 18,63

-1,00%

CYRE3

R$ 16,62

-2,00%

ECOR3

R$ 9,50

-0,31%

ELET3

R$ 37,84

-3,54%

ELET6

R$ 37,98

-3,40%

EMBR3

R$ 24,65

-1,00%

ENBR3

R$ 19,44

+2,04%

ENGI11

R$ 44,26

+0,34%

ENEV3

R$ 14,69

+0,61%

EGIE3

R$ 38,99

+2,09%

EQTL3

R$ 24,00

-0,94%

EZTC3

R$ 21,80

-1,31%

FLRY3

R$ 20,30

-1,45%

GGBR4

R$ 27,34

-1,79%

GOAU4

R$ 12,43

-1,27%

GOLL4

R$ 18,12

-3,77%

NTCO3

R$ 39,59

-1,98%

HAPV3

R$ 11,71

-2,90%

HYPE3

R$ 29,28

+0,27%

IGTA3

R$ 31,24

-1,97%

GNDI3

R$ 66,06

-2,42%

IRBR3

R$ 5,22

+1,95%

ITSA4

R$ 11,13

+1,82%

ITUB4

R$ 24,90

+2,46%

JBSS3

R$ 38,16

+0,47%

JHSF3

R$ 5,75

-0,17%

KLBN11

R$ 22,50

+0,67%

RENT3

R$ 51,78

-2,85%

LCAM3

R$ 22,78

-4,08%

LWSA3

R$ 22,48

+5,98%

LAME4

R$ 6,30

+0,15%

LREN3

R$ 34,94

+1,33%

MGLU3

R$ 13,25

-3,56%

MRFG3

R$ 25,68

-1,11%

BEEF3

R$ 9,69

-3,29%

MRVE3

R$ 11,51

-1,28%

MULT3

R$ 19,36

-0,56%

PCAR3

R$ 28,87

+0,24%

PETR3

R$ 29,37

+1,52%

PETR4

R$ 28,41

+1,10%

BRDT3

R$ 23,23

-0,08%

PRIO3

R$ 26,90

+1,08%

QUAL3

R$ 18,51

+0,92%

RADL3

R$ 21,67

-2,86%

RAIL3

R$ 17,09

-3,17%

SBSP3

R$ 37,78

-0,29%

SANB11

R$ 36,07

+3,44%

CSNA3

R$ 25,54

-0,85%

SULA11

R$ 26,22

+3,30%

SUZB3

R$ 48,40

-0,81%

TAEE11

R$ 37,69

+0,18%

VIVT3

R$ 46,00

+0,04%

TIMS3

R$ 12,37

+0,97%

TOTS3

R$ 33,42

-2,96%

UGPA3

R$ 14,76

+0,47%

USIM5

R$ 14,97

-3,85%

VALE3

R$ 76,41

-3,68%

VIIA3

R$ 7,49

-4,46%

WEGE3

R$ 40,11

+2,19%

YDUQ3

R$ 24,90

-0,63%

Atualizado há 23 dias

Ícone de compartilhamento

Rio de Janeiro, 27 de setembro – O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad defendeu uma regra fiscal mais sólida e unificada ao citar que o governo prevê “calotes” nos precatórios pela primeira vez na história do país, em meio a uma semana decisiva para o impasse dos precatórios e o avanço da pauta econômica.

“Entendo que uma regra fiscal crível e unificada seja mais importante para o mercado do que as regras que estão sendo praticadas com a gestão do ministro da Economia, Paulo Guedes”, disse Haddad em entrevista exclusiva à TC Rádio.

Haddad também chamou atenção para o grande risco do possível rompimento do Teto de Gastos e da escalada da inflação no Brasil, que sofre sequência de choques com aumento no preço de commodities, crise hídrica. Mais recentemente, somou a quebra das cadeias de produção.

Política de preços da Petrobras como vilã

O ex-prefeito de São Paulo criticou ainda a política de preços dos combustíveis da Petrobras. “O governo esperava uma queda da inflação e um espaço fiscal para ajustar o novo Bolsa Família, mas uma das vilãs é justamente a política de preços da Petrobras”, afirmou.

Segundo ele, ajustes atrelados à variação cambial, “trazem muita instabilidade para o país”. Mas durante a tarde desta segunda-feira, o presidente-executivo da companhia, general Joaquim Silva e Luna, garantiu em coletiva que a política de preços não sofrerá alterações.  Sinalizou, ainda, possíveis novos reajustes para a gasolina e para o diesel.

Relação entre Fernando Haddad e Lula

Questionado sobre a relação entre o Partido dos Trabalhadores e o mercado, Fernando Haddad disse que não acredita em um “divórcio” entre os dois, haja vista que Lula manteve boas relações com o empresariado. Ele pontuou, porém, que há setores que podem ter alguma “reserva” em relação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Quem conheceu os indicadores econômicos no governo Lula, o comportamento da dívida pública que caiu pela metade, o índice Bovespa que explodiu, o investimento estrangeiro presente no país e a carga tributária que se manteve estável sabe que o governo Lula foi proveitoso em relação à economia”, avaliou.

Fernando Haddad de olho em 2022

Já olhando para a possibilidade de uma candidatura ao governo de São Paulo, Haddad disse que trabalha há meses em um plano de governo que “dialogue com todo o Estado” com o intuito de o apresentar no ano que vem.

Em paralelo, ele disse que mantém conversas com partidos considerados mais progressistas. O ex-prefeito citou os nomes do ex-candidato à presidência pelo PSOL, Guilherme Boulos, do deputado Orlando Silva e do ex-governador de São Paulo Márcio França.

Sobre uma terceira via, Haddad disse enxergar como improvável a possibilidade de um cenário de 2022 igual ao de 2014, com nome único alternativo. Na eleição há sete anos, a ex-senadora Marina Silva atingiu cerca de 20% dos votos válidos. “Um marco razoável”, segundo o ex-prefeito de São Paulo.

Ele ressaltou, porém, que ainda falta um ano para o pleito e que um nome pode despontar a depender da evolução das pesquisas eleitorais.

Texto: Cintia Thomaz
Contribuição: Gabriel Medina e Mariana Galvão
Edição: Clara Guimarães e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / Mover


Leia também

Usiminas paralisa operações em Ipatinga após incidente; ações caem

Bolsas oscilam com petróleo e yields; no radar, Jerome Powell, China, ata do Copom: Espresso

Petrobras não vai mudar política de preços e avalia reajustes, diz Luna; ações sobem

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.