IBOV

108.013,47 pts

+1,26%

SP500

4.549,24 pts

+0,36%

DJIA

35.130,04 pts

+0,28%

NASDAQ

15.136,86 pts

+0,59%

IFIX

2.807,06 pts

+0,17%

BRENT

US$ 88,05

-0,44%

IO62

¥ 741,50

+1,23%

TRAD3

R$ 4,18

-2,10%

ABEV3

R$ 14,54

-0,27%

AMER3

R$ 33,20

+9,89%

ASAI3

R$ 12,03

+0,92%

AZUL4

R$ 25,27

-1,32%

B3SA3

R$ 12,26

-0,40%

BIDI11

R$ 22,50

+8,69%

BBSE3

R$ 20,68

+1,82%

BRML3

R$ 8,73

+4,55%

BBDC3

R$ 17,62

-0,11%

BBDC4

R$ 21,10

-1,26%

BRAP4

R$ 28,71

+3,05%

BBAS3

R$ 31,01

+0,87%

BRKM5

R$ 49,20

+0,14%

BRFS3

R$ 23,71

+1,67%

BPAC11

R$ 19,90

+5,40%

CRFB3

R$ 15,04

+2,94%

CCRO3

R$ 11,34

+0,08%

CMIG4

R$ 12,96

+1,64%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

+1,46%

COGN3

R$ 2,20

-2,22%

CPLE6

R$ 6,49

+2,04%

CSAN3

R$ 21,97

+3,09%

CPFE3

R$ 26,67

+1,79%

CVCB3

R$ 11,56

+4,23%

CYRE3

R$ 14,75

+7,58%

ECOR3

R$ 7,29

+1,67%

ELET3

R$ 33,04

+4,22%

ELET6

R$ 32,35

+3,32%

EMBR3

R$ 20,58

-2,78%

ENBR3

R$ 21,64

+2,36%

ENGI11

R$ 41,31

+0,07%

ENEV3

R$ 12,91

+2,86%

EGIE3

R$ 39,33

+1,60%

EQTL3

R$ 22,20

+1,64%

EZTC3

R$ 18,90

+6,41%

FLRY3

R$ 18,13

+1,62%

GGBR4

R$ 29,04

+1,53%

GOAU4

R$ 12,11

+2,45%

GOLL4

R$ 16,45

+0,42%

NTCO3

R$ 20,87

+3,11%

HAPV3

R$ 10,92

+3,80%

HYPE3

R$ 28,42

+1,39%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 63,74

+3,64%

IRBR3

R$ 3,37

+0,59%

ITSA4

R$ 9,62

+0,10%

ITUB4

R$ 23,48

-0,67%

JBSS3

R$ 36,61

+0,02%

JHSF3

R$ 4,95

+1,22%

KLBN11

R$ 25,69

+2,22%

RENT3

R$ 49,85

+0,28%

LCAM3

R$ 22,45

+0,98%

LWSA3

R$ 8,64

+12,64%

LAME4

R$ 6,28

+9,40%

LREN3

R$ 24,85

+5,74%

MGLU3

R$ 6,31

+7,13%

MRFG3

R$ 22,69

+0,30%

BEEF3

R$ 9,87

-1,30%

MRVE3

R$ 11,24

+4,46%

MULT3

R$ 18,75

+2,40%

PCAR3

R$ 19,98

+1,62%

PETR3

R$ 34,25

-0,92%

PETR4

R$ 31,49

-0,47%

VBBR3

20,52

+4,69%

PRIO3

R$ 23,99

+0,29%

QUAL3

R$ 16,64

+3,61%

RADL3

R$ 20,54

-0,19%

RAIL3

R$ 16,73

+2,01%

SBSP3

R$ 35,69

+2,38%

SANB11

R$ 31,52

+0,19%

CSNA3

R$ 26,47

+2,63%

SULA11

R$ 23,77

+5,45%

SUZB3

R$ 61,85

-1,59%

TAEE11

R$ 36,81

+1,74%

VIVT3

R$ 48,69

+2,26%

TIMS3

R$ 12,99

+2,20%

TOTS3

R$ 25,30

+4,67%

UGPA3

R$ 13,23

+3,19%

USIM5

R$ 16,75

+1,26%

VALE3

R$ 88,21

+2,20%

VIIA3

R$ 4,00

+6,66%

WEGE3

R$ 30,50

-0,13%

YDUQ3

R$ 19,37

-1,32%

IBOV

108.013,47 pts

+1,26%

SP500

4.549,24 pts

+0,36%

DJIA

35.130,04 pts

+0,28%

NASDAQ

15.136,86 pts

+0,59%

IFIX

2.807,06 pts

+0,17%

BRENT

US$ 88,05

-0,44%

IO62

¥ 741,50

+1,23%

TRAD3

R$ 4,18

-2,10%

ABEV3

R$ 14,54

-0,27%

AMER3

R$ 33,20

+9,89%

ASAI3

R$ 12,03

+0,92%

AZUL4

R$ 25,27

-1,32%

B3SA3

R$ 12,26

-0,40%

BIDI11

R$ 22,50

+8,69%

BBSE3

R$ 20,68

+1,82%

BRML3

R$ 8,73

+4,55%

BBDC3

R$ 17,62

-0,11%

BBDC4

R$ 21,10

-1,26%

BRAP4

R$ 28,71

+3,05%

BBAS3

R$ 31,01

+0,87%

BRKM5

R$ 49,20

+0,14%

BRFS3

R$ 23,71

+1,67%

BPAC11

R$ 19,90

+5,40%

CRFB3

R$ 15,04

+2,94%

CCRO3

R$ 11,34

+0,08%

CMIG4

R$ 12,96

+1,64%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

+1,46%

COGN3

R$ 2,20

-2,22%

CPLE6

R$ 6,49

+2,04%

CSAN3

R$ 21,97

+3,09%

CPFE3

R$ 26,67

+1,79%

CVCB3

R$ 11,56

+4,23%

CYRE3

R$ 14,75

+7,58%

ECOR3

R$ 7,29

+1,67%

ELET3

R$ 33,04

+4,22%

ELET6

R$ 32,35

+3,32%

EMBR3

R$ 20,58

-2,78%

ENBR3

R$ 21,64

+2,36%

ENGI11

R$ 41,31

+0,07%

ENEV3

R$ 12,91

+2,86%

EGIE3

R$ 39,33

+1,60%

EQTL3

R$ 22,20

+1,64%

EZTC3

R$ 18,90

+6,41%

FLRY3

R$ 18,13

+1,62%

GGBR4

R$ 29,04

+1,53%

GOAU4

R$ 12,11

+2,45%

GOLL4

R$ 16,45

+0,42%

NTCO3

R$ 20,87

+3,11%

HAPV3

R$ 10,92

+3,80%

HYPE3

R$ 28,42

+1,39%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 63,74

+3,64%

IRBR3

R$ 3,37

+0,59%

ITSA4

R$ 9,62

+0,10%

ITUB4

R$ 23,48

-0,67%

JBSS3

R$ 36,61

+0,02%

JHSF3

R$ 4,95

+1,22%

KLBN11

R$ 25,69

+2,22%

RENT3

R$ 49,85

+0,28%

LCAM3

R$ 22,45

+0,98%

LWSA3

R$ 8,64

+12,64%

LAME4

R$ 6,28

+9,40%

LREN3

R$ 24,85

+5,74%

MGLU3

R$ 6,31

+7,13%

MRFG3

R$ 22,69

+0,30%

BEEF3

R$ 9,87

-1,30%

MRVE3

R$ 11,24

+4,46%

MULT3

R$ 18,75

+2,40%

PCAR3

R$ 19,98

+1,62%

PETR3

R$ 34,25

-0,92%

PETR4

R$ 31,49

-0,47%

VBBR3

20,52

+4,69%

PRIO3

R$ 23,99

+0,29%

QUAL3

R$ 16,64

+3,61%

RADL3

R$ 20,54

-0,19%

RAIL3

R$ 16,73

+2,01%

SBSP3

R$ 35,69

+2,38%

SANB11

R$ 31,52

+0,19%

CSNA3

R$ 26,47

+2,63%

SULA11

R$ 23,77

+5,45%

SUZB3

R$ 61,85

-1,59%

TAEE11

R$ 36,81

+1,74%

VIVT3

R$ 48,69

+2,26%

TIMS3

R$ 12,99

+2,20%

TOTS3

R$ 25,30

+4,67%

UGPA3

R$ 13,23

+3,19%

USIM5

R$ 16,75

+1,26%

VALE3

R$ 88,21

+2,20%

VIIA3

R$ 4,00

+6,66%

WEGE3

R$ 30,50

-0,13%

YDUQ3

R$ 19,37

-1,32%

tcuser

Atualizado há cerca de 1 mês

Ícone de compartilhamento

Brasília/São Paulo, 16 de dezembro – Tanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, quanto empresários pesos pesados do Produto Interno Bruto ouvidos pelo Scoop by Mover, preferem aguardar mais tempo antes de pensar na convergência de agendas e visões com vistas a um eventual terceiro mandato do petista, apontado nas mais recentes pesquisas.

Em postagem no Twitter ontem, Lula voltou a dizer que não pode discutir um nome para vice antes de oficializar sua candidatura, o que tem sinalizado fazer em fevereiro ou março de 2022, apesar das informações de costuras com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin.

Já grandes empresários, como adiantou o Scoop, ainda não veem com bons olhos uma aliança entre Lula e Alckmin, sugerindo que, além de tempo para amadurecer cenários, estes agentes econômicos também gostariam que o político paulista não endossasse, neste momento, uma possível ampliação do eleitorado do ex-presidente.

Os empresários apontaram que tentarão convencer Lula, se precisarem, a aceitar menos intervenção estatal, realizar privatizações e a não adotar controle de preços, sobretudo dos combustíveis, para ensaiar uma aproximação.

No entanto, a plataforma do chamado “Pibão” parece, por ora, pouco conciliável com a defesa do petista de aumentar o endividamento para maiores investimentos sociais e em infraestrutura, e encerrar a política de paridade com o dólar praticada pela Petrobras.

Uma preocupação do entorno de Lula é justamente com a pouca margem orçamentária e fiscal, além do contexto externo distinto do visto entre 2003 e 2010, para realizar sua agenda. Outra é quanto ao apoio do mercado para uma negociação social ampla em torno dela.

Na prática, as condições para uma onda “Faria Luler” ainda não estão postas, o que deve fortalecer posições junto ao ex-presidente que advogam que ele aproveite sua posição na liderança das pesquisas para adiar gestos ao mercado, priorizar conversas com aliados tradicionais, unir legendas de esquerda e avançar gradualmente, sobretudo regionalmente, sobre partidos centristas.

Possibilidades

O mundo político entrará agora no período de festas de fim de ano que vai até o Carnaval, o que tende a distrair o eleitorado e dar tempo para articulações decisivas entre os pré-candidatos do Podemos, Sergio Moro, e do PSDB, João Doria – nas quais nomes-chave do “Pibão” devem se engajar.

Também neste período haverá uma janela para tentativa de arrancada de Bolsonaro, a fim de tentar se consolidar em uma das vagas de segundo turno.

Faltando cerca de dez meses para a eleição presidencial, o resultado das urnas não está definido. Porém os prazos também não estão tão distantes assim, dado o ritmo de intensificação do clima para a disputa.

Por isso, não se deve mais desprezar as reais possibilidades de vitória de Lula no próximo ano, principalmente com pesquisas, como a do Datafolha, apontando chance de vitória já no primeiro turno, em linha com dados de alguns outros institutos, como Ipec, CNT/MDA e Genial/Quaest.

Os resultados obtidos nos próximos movimentos da terceira via e de Bolsonaro, cujos efeitos poderão ser mais bem mensurados no começo do primeiro trimestre de 2022, devem moldar ou desestimular os primeiros contatos efetivos entre grandes empresários e Lula antes do começo propriamente dito da campanha. Devem moldar ou desestimular ainda o tamanho dos gestos do ex-presidente em retorno.

Texto: Leopoldo Vieira e Machado da Costa
Edição: Allan Ravagnani
Imagem: Vinicius Martins / Mover

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.