0

TCU adia decisão sobre privatização da Eletrobras para 2022

politica

TCU adia decisão sobre privatização da Eletrobras para 2022

A decisão de adiar a decisão vem após pedido de vista do processo de privatização da Eletrobras pelo ministro Vital do Rêgo

TCU adia decisão sobre privatização da Eletrobras para 2022
leonardo-goy-villar

Atualizado há 5 meses

Ícone de compartilhamento

Brasília, 15 de dezembro – A decisão do Tribunal de Contas da União sobre a primeira fase da privatização da Eletrobras ficou para 2022, mas o TCU decidiu autorizar o governo a continuar os estudos, para não atrasar o processo, até que o ministro Vital do Rêgo, que hoje pediu vista, apresente seu voto.

Inicialmente, os ministros caminhavam para um acordo em que o processo fosse levado a voto no próximo dia 22, em reunião extraordinária. Mas, ao formalizar a decisão, no fim da reunião de hoje, deliberaram que o pedido de vista seguirá o prazo regimental de até 60 dias.

A autorização para que o governo siga os estudos e trabalhos, enquanto aguarda a apreciação do caso, foi sugerida pelo ministro Benjamin Zymler, preocupado em evitar maiores atrasos que possam comprometer a viabilidade da operação.

Apenas a tomada de “medidas concretas” sobre a operação dependem ainda da avaliação final da corte, decidiram os ministros.

Perto das 15h20, as ações ordinárias da Eletrobras (ELET3) recuavam 1,65%, a R$33,95, reduzindo perdas que chegaram a mais de 11% no início de pregão, em resposta ao pedido de vista.

Texto: Leonardo Goy
Edição: Artur Horta
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

ELET3

CENTRAIS ELET BRAS S.A. -...

41,58

0,62

+1,50%

Relacionadas

ELET6

CENTRAIS ELET BRAS S.A. -...

40,38

0,87

+2,15%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.