Amos Tversky, economista e pioneiro da ciência cognitiva - TC

Amos Tversky, economista e pioneiro da ciência cognitiva

Apresentamos a biografia de Amos Tversky, sua trajetória enquanto acadêmico e pesquisador sobre a teoria das finanças.

Ao longo dos anos, os investimentos foram sendo estudados por diversas óticas de pensamento. O berço dos estudos relativos a precificação de ativos (ou ainda, formação de preços) tem origem nas finanças tradicionais. A teoria pressupõe a racionalidade dos indivíduos ao fazerem seus investimentos, além de serem avessas ao risco e capazes de maximizar a utilidade.

Contudo, a partir do desenvolvimento da psicologia atrelada à neuroeconomia, assumiu-se um novo aspecto nas decisões de investimento dos indivíduos: as finanças comportamentais.

Como sabemos, Daniel Kahneman foi um grande precursor nessa área de estudo, entretanto, possuía como parceiro de pesquisa, o renomado Amos Tversky.

Se liga neste material bacana que preparamos para você, dividido nos seguintes tópicos:

  • Quem foi Amos Tversky
  • Trajetória Acadêmica e Profissional
  • Pesquisas e Contribuições
  • Conclusão

Boa leitura!

Quem foi Amos Tversky?

Amos Tversky nasceu em Haifa, Israel em 16 de março de 1937 e faleceu em 2 de junho de 1996. Tversky foi um psicólogo cognitivo e matemático pioneiro das ciências cognitivas que teve papel chave na descoberta do viés cognitivo humano sistemático e no manejo do risco.

O cientista Amos Tversky era observador astuto do comportamento humano, percebendo que embora as pessoas fossem boas em fazer hipóteses sobre eventos, especialmente a probabilidade de eventos, geralmente não eram muito eficazes ao testar suas hipóteses.

Como resultado, embora as pessoas usem o raciocínio para tomar decisões, seu comportamento é irracional porque seu raciocínio é frequentemente envolto em emoção ou incompreensão da probabilidade matemática.

Foi nesse contexto e a partir da premissa de irracionalidade dos indivíduos que Tversky contribuiu com diversos achados para as finanças comportamentais. 

Tversky foi parceiro de longa data de Daniel Kahneman, outro gigante na vertente de estudo. Juntos, realizaram diversas pesquisas acadêmicas sobre o comportamento humano. Dentre essas pesquisas está a “Prospect Theory: An Analysis of Decision under Risk”, ganhadora do prêmio Nobel de economia em 2002. 

Trajetória Acadêmica e Profissional

Antes de adentrar no mundo acadêmico, Tversky serviu as forças armadas de Israel como oficial dos paraquedistas, alcançando o posto de capitão e servindo em três guerras.

Além de seu posto, lhe foi concedido o prêmio de maior honra militar de Israel por ter salvo a vida de um colega de missão.

Já em 1961, Amos Tversky obteve o diploma de bacharel pela Universidade Hebraica e em 1965 o título de doutor pela Universidade de Michigan.

Dessa forma, o psicólogo e matemático tornou-se professor em Michigan, Harvard e Universidade Hebraica, antes de se mudar para Stanford como bolsista no Centro de Estudos Avançados em Ciências do Comportamento em 1970.

Apesar da mudança, permaneceu conectado a Israel, afiliado à Universidade de Tel Aviv, onde ensinou economia e psicologia como professor visitante. Ingressou no corpo docente de psicologia de Stanford em 1978, onde permaneceu até sua morte em 1996.

Pesquisas e Contribuições

Como mencionamos anteriormente, as contribuições do pesquisador foram valiosas para o campo da psicologia cognitiva atrelada ao universo das finanças. A maneira de pensar de Amos Tversky estabeleceu e delineou o novo significado que ele trouxe para o estudo das ciências sociais, em especial para a área das finanças. 

Podemos destacar que os achados científicos de Tversky enfatizam a importância da escolha baseada na razão, por meio da qual os indivíduos procuram ativamente gerar, compreender e justificar suas decisões.

A partir da sua forte parceria com Daniel Kahneman, estabeleceu estudo que versavam principalmente sobre as seguintes vertentes:

Em seus achados, Amos Tversky sugere que as pessoas não agem em conformidade com o que prega a teoria tradicional das finanças, ou seja, os indivíduos não seriam os maximizadores de utilidade. 

No lugar disso, os indivíduos funcionam como solucionadores de problemas, que constroem criativamente suas escolhas e resolvem problemas complexos que exigem trocas entre valores e objetivos.

Dessa forma, as preferências são criadas, dentro do processo e contexto da própria escolha do indivíduo, envolvendo questões emocionais e cognitivas. 

Nesse contexto, surge o papel das heurísticas, ou dos atalhos mentais, que nada mais são do que regras práticas simples e eficientes que as pessoas usam para tomar decisões, normalmente quando enfrentam problemas complexos ou informações incompletas (Tversky 1972). 

Os achados de Tversky foram seminais, pois expandiu os horizontes de estudo das finanças, possibilitando a investigação de outros fatores que não apenas fossem formais e determinísticos do mercado.

Sendo assim, a partir das constatações, o aspecto comportamental passou a ser considerado nos estudos sobre a formação de preço de ativos, bem como da precificação equivocada desses ativos em decorrência dos vieses cognitivos no julgamento dos indivíduos.

Relevância e vertentes de estudo

Apesar de seu falecimento precoce, Tversky foi um contribuidor científico de muita relevância. Suas pesquisas alcançaram diversos países e seus achados serviram de suporte para pesquisadores do mundo inteiro. 

Fizemos uma busca nas duas principais plataformas acadêmicas que reúnem informações científicas do mundo inteiro:

  • Web of Science;
  • Scopus.

No meio científico, esses sites são bases que reúnem dados dos artigos publicados em revistas de extrema relevância para a área de pesquisa, possibilitando que os pesquisadores consultem esses trabalhos ou resumo deles. 

Ao fazer essa consulta, constatamos a importância dos achados científicos do Tversky: 164 pesquisas científicas publicadas que versam sobre as perspectivas comportamentais mencionadas acima. 

Assim sendo, com intuito de mapear as principais vertentes de estudos trazidas pelo Tversky, a figura abaixo consta uma árvore de palavras (constituída a partir dos 164 artigos) que ilustra de forma intuitiva os conceitos decorrentes do grande foco e estudo do Tversky: a decisão.

Dado que as decisões dos indivíduos podem conter vieses comportamentais e, por consequência, as heurísticas, Amos Tversky estudou em seus artigos algumas perspectivas.

A imagem abaixo traz isso ao demonstrar ao centro a decisão e em suas ramificações os conglomerados de conceitos que se assemelham, de acordo com os estudos de Tversky. 

Amos Tversky

Fonte: elaboração própria

Cada ramificação reúne palavras que se assemelham. Nessa lógica, a decisão é o foco central e a partir dela surgem observações, como é o caso do “Judgement”, traduzido como julgamento.

Esse julgamento prévio, embasado na irracionalidade, leva a situações como a confiança ou a super confiança, bem como a subjetividade e característica particulares nas decisões dos indivíduos.

Por outro lado, temos a também a observação da decisão levando a “prospect”, ou perspectiva. Essa perspectiva dos indivíduos se relaciona com o risco, as expectativas e com a incerteza que o processo de decisão requer na tomada de decisão.

Por fim, temos a observância do ganho e da perda como determinantes nas decisões. Esse ganho e perda, por sua vez, está relacionado a aversão, a probabilidade, a ambiguidade de informações e a sensibilidade desses indivíduos. 

Perceba que todos esses conceitos são aplicados à realidade, pois quando um investidor decide por aportar capital em um determinado ativo, ele precisa decidir, julgar e por consequência estará propenso a perspectivas que irão influenciar sua tomada de decisão.

Essas perspectivas, por sua vez, poderão ser influenciadas pela aversão, pela sensibilidade e pelo risco, que em sua totalidade não significa a maximização da utilidade como prega a teoria das finanças tradicionais, mas apenas reflete para o indivíduo suas próprias predições irracionais.

Conclusão

Como vimos, o Tversky possui uma relevância gigantesca nas áreas das finanças comportamentais. Seus achados deram suporte para diversos outros pesquisadores que fomentaram a junção da psicologia para entender as decisões de investimento dos indivíduos no mercado.

As pesquisas científicas de Amos Tversky são porta de entrada não apenas para a pesquisa científica, mas principalmente para fornecer conhecimento aos investidores para a minimização de erros na tomada de decisão.

Isso porque a partir do momento que o indivíduo reconhece que está propenso a enviesar sua decisão em decorrência da irracionalidade e verifica as possibilidades desse viés (como o efeito manada), estará mais ciente para tomar decisões acertadas.

Baixe nosso app grátis! No TC você acompanha as principais notícias e cotações do mercado em tempo real, além de ter acesso a canais exclusivos para interagir com os melhores profissionais.

Estude e conheça! Aprenda com quem realmente entende de investimentos. Tire dúvidas, troque ideias, experiências e construa uma grande rede de networking com investidores de todo Brasil.

A gente também está no Instagram, YouTube e no TikTok. Acompanhe!

Referências

KAHNEMAN, Daniel; TVERSKY, Amos. Prospect Theory: An Analysis of Decision Under Risk. Econometrica, [s. l.], v. 47, n. March, p. 263–292, 1979. Disponível em: https://doi.org/10.2307/1914185

KAHNEMAN, Daniel; TVERSKY, Amos. (1972). Subjective probability: A judgment of representativeness, Cognitive Psychology, v. 3. p 430-454, 0010-0285. doi:10.1016/0010-0285(72)90016-3

TVERSKY, Amos; KAHNEMAN, Daniel. (1974). Judgment under Uncertainty: Heuristics and Biases. Science, 185(4157), 1124–1131. doi:10.1126/science.185.4157.1124

TVERSKY, Amos; KAHNEMAN, Daniel. (1981). The Framing of Decisions and the Psychology of Choice. Science, New Series, 211(4481), 453–458

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub