Mover

Câmara supera diferenças e aprova Marco da Cabotagem

Postado por: TC Mover em 08/12/2020 às 18:47

Brasília, 8 de dezembro – Os deputados conseguiram superar diferenças e aprovaram o Marco da Cabotagem nesta tarde, abrindo caminho para a análise de projetos da pauta econômica ainda neste mês. 

Na lista de possibilidades para os dias seguintes estão o novo Plano Mansueto, o projeto que libera recursos de fundos públicos para cobrir despesas com a pandemia, ou até mesmo a autonomia do Banco Central, que o líder do governo na Casa, Ricardo Barros, em evento ontem, disse que tenta pautar na semana que vem. 

Barros também informou, em entrevista hoje, que trabalha intensamente pela votação da Reforma Tributária, pelo menos em primeiro turno na Câmara, antes do recesso parlamentar. No Senado, a análise do Marco do Gás pode ser antecipada para amanhã.

Marco da Cabotagem pode atrair R$1 trilhão em dez anos

O Marco da Cabotagem, ou BR do Mar, libera gradualmente o uso de navios e mão-de-obra estrangeira para o comércio marítimo entre portos brasileiros e, conforme cálculos do Ministério da Economia, pode atrair R$1 trilhão em dez anos. 

Os deputados rejeitaram cinco destaques, sendo o mais importante, conforme analistas do setor, o que retirou do texto a proibição de empresas de cabotagem contratarem transporte terrestre no trajeto até o porto ou do porto até o cliente final. O projeto vai ao Senado. 

Em entrevista recente à TC Mover, Barros afirmou que apesar da então obstrução na Câmara, os parlamentares acabariam priorizando ajudar o país a sair da crise. 

Texto: Leopoldo Vieira
Edição: Kariny Leal e Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais