Bolsonaro pede fim da greve de caminhoneiros em estados - TC
TC Mover
Mover

Greve de caminhoneiros acontece em pelo menos 15 estados; Bolsonaro pede fim da paralisação

Postado por: TC Mover em 09/09/2021 às 9:21
Bolsonaro pede fim da greve dos caminhoneiros

São Paulo, 8 de setembro – O presidente Jair Bolsonaro encaminhou áudio na noite da última quarta-feira, 8, pedindo para que caminhoneiros aliados desmobilizem a greve iniciada em rodovias de pelo menos 15 estados. Os protestos são mais um sinal do mal-estar social causado pela alta dos combustíveis e a disparada da inflação.

Na mensagem, cuja veracidade foi confirmada pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, Bolsonaro chama a categoria de aliada. Ele pede a apoiadores para dissuadirem os grevistas, citando os potenciais danos que os protestos causariam na economia. O presidente disse ainda que uma paralisação dos transportes pode provocar desabastecimento e inflação.

Autoridades do governo estão negociando com líderes grevistas, disse uma fonte próxima ao governo, que pediu para manter o anonimato. A divulgação do áudio acontece horas antes da publicação dos dados de inflação de agosto, que mostram uma aceleração no custo de vida da população, com a inflação chegando ao maior nível para o mês de agosto desde 2000.

“Fala para os caminhoneiros, que são nossos aliados, mas esses bloqueios atrapalham a economia. Isso provoca desabastecimento, inflação, prejudica todo mundo, em especial os mais pobres. Dá um toque aí para a gente seguir a normalidade”, disse Bolsonaro no áudio. “Deixa a gente conversar em Brasília aqui agora. Não é fácil conversar, negociar com outras autoridades, não é fácil, mas vamos buscar fazer nossa parte aqui”.

Aumento dos combustíveis e os governadores

Bolsonaro tem reiterado nas últimas semanas que o aumento nos preços dos combustíveis é culpa dos governadores. Ibaneis Rocha, do Distrito Federal, e Cláudio Castro, do Rio de Janeiro, já criticaram a pressão por cortes no ICMS.

Esse é o principal argumento do presidente contra a escalada dos preços nos combustíveis. Os governadores argumentam que o corte no ICMS dos combustíveis é ‘falácia e prejudica os estados’.

Caminhoneiros pedem renúncia de ministros do STF

Segundo a categoria, os protestos nos estados são em apoio ao governo do presidente Jair Bolsonaro, que na última terça-feira, 7, defendeu a destituição de ministros do Supremo. Bolsonaro também disse que “não admitirá pessoas como [Alexandre de] Moraes açoitando a democracia e desrespeitando a Constituição”.

O grupo pede a renúncia dos ministros do STF e reivindica a diminuição do ICMS sobre combustíveis, além de melhores condições de trabalho.

NTC&Logística publica nota de repúdio

A Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística – NTC&Logística, manifestou repúdio às paralisações organizadas por caminhoneiros autônomos com bloqueio do tráfego em diversas rodovias do país.

Em nota divulgada na noite da última quarta-feira, 8, a entidade disse que o movimento é “de natureza política e dissociado até mesmo das bandeiras e reivindicações da própria categoria, tanto que não tem o apoio da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos”.

Texto: Equipe Mover
Edição: Guillermo Parra-Bernal e Stéfanie Rigamonti
Arte: Vinicius Martins / Mover


Leia também

PSDB vira oposição, dando largada ao reposicionamento eleitoral

Dólar tem maior avanço desde março e juros encerram nas máximas com estresse político

Ibovespa despenca mais de 2% e chega ao menor patamar desde março com tensões políticas

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais