TC Mover
Mover

Chorão descarta greve de caminhoneiros por preço do diesel

Postado por: TC Mover em 06/07/2021 às 14:27
Chorão descarta nova greve dos caminhoneiros

São Paulo, 6 de julho – O aumento de 3,70% no preço do diesel nas refinarias promovido pela Petrobras a partir desta terça-feira, 6, “pegou de surpresa” os caminhoneiros. Entretanto, Wallace Chorão, que representa a Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores, Abrava, e foi um dos líderes da paralisação de 2018, descarta promover greve da categoria por conta do reajuste.

“A categoria está no limite, mas buscamos o diálogo com o governo. A paralisação ia colocar a categoria no abismo. Greve é só em último caso”, disse ele à TC Mover.

Caminhoneiros cobrarão promessas do presidente Jair Bolsonaro, disse Chorão

Segundo Chorão, porém, a categoria vai sim cobrar promessas feitas pelo presidente Jair Bolsonaro. “Nada foi cumprido. Do valor mínimo do frete ao cartão caminhoneiro”, falou.

“O presidente Bolsonaro veio com a narrativa de que era só trocar o [Roberto] Castello Branco da presidência da Petrobras e o diesel não ia subir, e não foi isso que vimos”, afirmou. Ele disse ainda que vai também pleitear ao Executivo a isenção do tributo PIS/Cofins sobre o biodiesel.

Alta no preço do diesel reforça possibilidade de greve, diz presidente da CNTRC

Chorão nega apoiar a paralisação que está sendo organizada pelo Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas, o CNTRC, para o próximo dia 25 de julho. Nesta terça-feira, 6, Plínio Dias, presidente do CNTRC, disse que a alta no preço do diesel reforça a possibilidade de uma nova greve.

Em nota, o Ministério da Infraestrutura disse que o “CNTRC não é entidade de classe representativa para falar em nome do setor do transporte rodoviário de cargas autônomo e que qualquer declaração feita em relação à categoria corresponde apenas à posição isolada de seus dirigentes”.

Na mesma linha de Chorão, governo vê poucas chances de nova greve dos caminhoneiros

De acordo com a Arko Advice, o governo vê como baixa a chance de uma nova paralisação, ideia também rechaçada por Chorão. Entretanto, o governo disse que vai seguir monitorando desdobramentos do tema.

O reajuste em vigor a partir de hoje no preço do diesel nas refinarias foi o primeiro da gestão do general Joaquim Silva e Luna na Petrobras. A gasolina teve aumento de 6,30%, e a Ativa Investimentos diz que a defasagem ante a paridade internacional ainda está em 14%.

Desempenho das ações da Petrobras (PETR4)

Perto das 14h25, o papel preferencial da Petrobras (PETR4) caía 3,64%, cotado a R$27,80. Já a ação ordinária (PETR3) recuava 3,27%, a R$28,72. No mesmo horário, o Ibovespa operava em queda de 1,28%, aos 125,2 mil pontos. Desempenho das ações da Petrobras

Para acompanhar o desempenho das ações da petroleira e de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Bárbara Leite
Edição: Lucia Boldrini e João Pedro Malar
Imagem: Divulgação


Leia também

Minerva reabre bônus em dólares de dez anos, dizem fontes

Petróleo e ata do FOMC inspiram cautela; auxílio emergencial, reformas, CPI da Covid no radar: Espresso

Calendário Econômico: PMI dos EUA, Sebrae

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais