TC Mover
Mover

CPI da Covid aprova quebra do sigilo de Eduardo Pazuello

Postado por: TC Mover em 10/06/2021 às 14:57
CPI da Covid quebrou sigilo de Eduardo Pazuello

São Paulo, 10 de junho – A Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga as ações do governo na pandemia, a CPI da Covid, votou hoje novos requerimentos. Entre eles, foi aprovada a quebra de sigilo do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e do ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo, argumentando que ambos já foram ouvidos pela comissão.


Vice-presidente da CPI da Covid pedirá quebra de sigilo de empresas ligadas à hidroxicloroquina

Estava previsto hoje o depoimento do governador do Amazonas, Wilson Lima, que não ocorreu. O político foi beneficiado por um habeas corpus concedido pela ministra Rosa Weber do Supremo Tribunal Federal, STF.

O vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues, também anunciou que vai pedir a convocação de executivos da empresa farmacêutica EMS, além da quebra de sigilo da companhia e da Apsen.

Segundo o jornal O Globo, o presidente Jair Bolsonaro teria atuado diretamente em favor das duas empresas privadas solicitando ao primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, em abril de 2020 que acelerasse a exportação de insumos para a fabricação de hidroxicloroquina. O medicamento não possui comprovação científica para o tratamento da Covid-19.


Presidente da comissão disse que vai recorrer de habeas corpus para Wilson Lima

O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz, afirmou que vai recorrer do habeas corpus concedido ao governador do Amazonas, Wilson Lima. Durante conversa com apoiadores em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro criticou a decisão da ministra Rosa Weber que liberou o governador de depor na oitiva. Segundo ele, os senadores estão focados em investigar somente o governo federal.

O auditor do Tribunal de Contas da União, TCU, Alexandre Figueiredo Marques também terá o sigilo quebrado pela CPI da Covid. Ele foi apontado como o responsável por um comunicado falso sobre a quantidade de óbitos em decorrência do vírus. Ontem, a presidente do tribunal, ministra Ana Arraes, autorizou a abertura de processo administrativo disciplinar para investigar o caso.

Texto: Cintia Thomaz
Edição: Guilherme Dogo e João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Especial: Perspectivas da MP da Eletrobras na semana que vem

Caixa Seguridade sobe com analistas recomendando compra

Inflação nos EUA supera consenso; emprego segue melhorando

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais