Entrevista exclusiva: Mercado absorve auxílio nas regras do jogo, diz Tingas, da Acrefi - TC
TC Mover
Mover

Entrevista exclusiva: Mercado absorve auxílio nas regras do jogo, diz Tingas, da Acrefi

Postado por: TC Mover em 11/02/2021 às 15:55
Tingas

Brasília, 11 de fevereiro – A reintrodução de um auxílio emergencial já é dada como certa na capital federal, faltando apenas decidir como isso será feito. Cortes amargos e gastos em plena pandemia não parecem ser o caminho mais simples para os políticos seguirem, segundo o analista do TC, Leopoldo Vieira. Mas, é uma opção na mesa sem furar o Teto.

Uma outra é que sejam usados os créditos extraordinários, que não contam na regra, porém pressionam o déficit e a dívida. Sobre esses temas, Nicola Tingas, economista-chefe da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento, Acrefi, falou em entrevista exclusiva com Leopoldo Vieira. Confira:

TC Mover – O que o senhor acha da possibilidade da reintrodução de um auxílio emergencial ser financiada por créditos extraordinários tendo em vista os desafios fiscais?

Nicola Tingas – Eu acho que o mercado absorve. O auxílio é quase que uma unanimidade e se ele for feito de uma forma transparente, dentro das regras do jogo, não afeta a expectativa do mercado de forma significativa. O mercado quer sentir como vai ser a qualidade da condução da agenda fiscal, o que é muito mais importante do que medidas de curto prazo.

TC Mover – Mas como fica a sustentabilidade da dívida?

Tingas – Não há uma solução de curto prazo para a dívida pública. O que é mais importante é saber como ela vai ser tratada daqui para frente. E isso vai ser indicado através da gestão fiscal do Orçamento de 2021. Fatores importantes nessa direção serão definir que tipo de Orçamento vamos ter e se haverá uma reforma Tributária e Administrativa.

Texto: Leopoldo Vieira
Edição: João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins/TC Mover


Leia também

Suzano (SUZB3) prevê choque em demanda por celulose com restrições à oferta

Setor de serviços apresenta estabilidade em dezembro

Vieira: Projetos pró-auxílio indicam que agenda social veio para ficar

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais