TC Mover
Mover

Ernesto Araújo nega interferência de Jair Bolsonaro

Postado por: TC Mover em 18/05/2021 às 12:24
Ernesto Araújo na CPI da Covid

Brasília, 18 de maio – O ex-chanceler Ernesto Araújo negou instrução direta do presidente Jair Bolsonaro para ação na pandemia. Ele disse que o presidente nada fez para atrapalhar a entrega de insumos para vacinas contra a Covid-19 da China ao Brasil.


Ernesto Araújo foi confrontado pelo presidente da CPI da Covid

Em depoimento nesta manhã à Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga a atuação do governo no combate ao coronavírus, conhecida como CPI da Covid, Ernesto Araújo também disse não saber quem debateu com Jair Bolsonaro a rejeição do presidente à Coronavac, um dos imunizantes do país asiático. Ele defendeu que o Brasil foi o que mais recebeu insumos e vacinas chinesas.

O ex-chanceler foi confrontado pelo presidente da CPI da Covid no Senado, senador Omar Aziz, que o acusou de mentir ao rechaçar posições anti-China e ao falar do alinhamento ao ex-presidente americano Donald Trump. Na abertura dos trabalhos, os senadores governistas pediram novamente a troca do senador Renan Calheiros na relatoria do colegiado, o que foi rejeitado por Aziz.

Amanhã será a vez do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello de dar depoimento na CPI da Covid. O ministro do Supremo Tribunal Federal, STF, Ricardo Lewandowski, concedeu ao general o direito de se manter em silêncio diante de perguntas que possam levá-lo a produzir provas contra si mesmo.

Texto: Leopoldo Vieira
Edição: Lucia Boldrini e Letícia Matsuura
Imagem: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Especial: Minerva compensará suspensão de exportação na Argentina com outras plantas, diz fonte

Retomada e commodities animam mercados; CPI da Covid, Eletrobras no radar: Espresso

Calendário Econômico: CPI da Covid, leilão, setor imobiliário

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais