Mover

Governistas tentam impedir Renan Calheiros como relator da CPI da Covid no STF

Postado por: TC Mover em 28/04/2021 às 16:26
Renan Calheiros

Brasília, 28 de abril – Senadores governistas acionaram o Supremo Tribunal Federal, STF, para impedir que Renan Calheiros seja o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito, CPI, da Covid-19, segundo agências.


Mandado foi protocolado no STF por três senadores que integram a CPI

O mandado de segurança foi protocolado no STF ontem pelos senadores Jorginho Mello, Marcos Rogério e Eduardo Girão. Os três parlamentares também integram a CPI. A justificativa para o pedido seria que o relator é pai do governador de Alagoas, Renan Filho, e a comissão poderá investigar governadores.

Durante a sessão de instalação ontem, quando o presidente da Comissão, Omar Aziz, indicou Renan Calheiros como relator, a ação já havia sido apresentada ao STF. A CPI deve começar os trabalhos amanhã, e o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, será ouvido na próxima terça-feira, 4.


Primeiros requerimentos de Renan Calheiros incluem documentos do governo

O relator da CPI já realizou os primeiros requerimentos de documentos, que incluem informações apuradas pela CPI das Fake News. O senador também solicitou documentos do governo sobre tratamento precoce, a crise do oxigênio no Amazonas e as tratativas para compra de vacinas.

Os pedidos sinalizam que Renan Calheiros pode ter como foco inicial obrigar Jair Bolsonaro a deixar que expoentes da ala ideológica e o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sejam responsabilizados para não ser diretamente envolvido nas apurações da CPI.

Texto: Leopoldo Vieira
Edição: Lucia Boldrini e João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Apple deve registrar receita recorde, puxada pelas vendas de iPhones

Especial: Renan Calheiros foca em núcleo tradicional de Jair Bolsonaro

Santander Brasil surpreende com balanço e formaliza compra de Toro; Papel dispara

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais