TC Mover
Mover

Na boleia ou na garupa; Jair Bolsonaro afaga caminhoneiros e motociclistas

Postado por: TC Mover em 18/05/2021 às 20:49
Jair Bolsonaro busca agradar base

São Paulo, 18 de maio – Uma semana após pesquisas mostrarem o favoritismo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na corrida presidencial de 2022, o presidente Jair Bolsonaro acelerou as ações para agradar sua base eleitoral. Depois de participar de eventos com caminhoneiros e motoqueiros nos últimos dois fins de semana, o presidente anunciou hoje um pacote de medidas para atender os primeiros e acenou com isenção de pedágio para motos em novas concessões de rodovias.


Pacote de modernização de rodovias é orçado em R$9,7 bilhões

A cerimônia de lançamento do programa de incentivos para os caminhoneiros em Brasília ocorreu após dois anos exatos da greve da categoria que paralisou as atividades no país. O investimento do chamado pacote “Gigantes do Asfalto” é orçado em R$ 9,7 bilhões para realizar obras de modernização de rodovias concedidas e federais. Dentre as principais medidas anunciadas por Jair Bolsonaro, será criado um Documento Eletrônico de Transportes, que deve substituir 41 outros que são necessários para uma viagem de ida e volta.

A Caixa Econômica também prevê uma linha de crédito com uma modalidade de antecipação de recebíveis que deve sair do papel até junho. Uma conta digital específica para esses trabalhadores também será criada.

Ainda assim, o programa não deve reduzir o preço dos combustíveis, uma das principais demandas dos caminhoneiros. Então, espera-se para as próximas semanas novas medidas. Entre elas, um voucher para compensar os caminhoneiros pelo aumento do diesel. Isto evitaria que Jair Bolsonaro interferisse na política de preços da Petrobras. Resta ainda, porém, definir de onde virão os recursos para financiar o voucher.


Jair Bolsonaro afirmou que vai eximir motos de pedágio em novas concessões

Além dos incentivos dados aos caminhoneiros, Jair Bolsonaro aproveitou para lançar um estímulo para os motociclistas ao afirmar que vai eximir motos de pedágio em novas concessões. No Dia das Mães, o presidente, que é aficionado por motocicletas, participou de um ato com motoqueiros pelas ruas de Brasília.

Os pacotes de bondades chegam seis dias após o resultado da pesquisa DataFolha que aponta Lula com 41% das intenções de voto no primeiro turno, contra 23% de Bolsonaro. A expectativa é de que as medidas e as solenidades por todo o país aumentem nos próximos meses.

Texto: Cíntia Thomaz
Edição: Angelo Pavini e Letícia Matsuura
Imagem: Divulgação


Leia também

Bolsas entregam ganhos no final; no radar, ata do FOMC, estímulos, Eduardo Pazuello, Eletrobras: Espresso

MP da Eletrobras será votada amanhã após acordo de recebíveis

China bane oferecimento de serviços com criptomoedas

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais