Ministério da Saúde reduz intervalo entre doses da Pfizer - TC
TC Mover
Mover

Ministério da Saúde reduz intervalo entre doses da Pfizer

Postado por: TC Mover em 26/07/2021 às 17:37
Ministério da Saúde e Pfizer

São Paulo, 26 de julho – O Ministério da Saúde confirmou nesta segunda-feira, 26, que reduzirá o período entre a primeira e a segunda dose das vacinas da Pfizer de três meses para 21 dias. A decisão ocorreu apesar de pesquisas recentes indicarem que o período mais prolongado é vantajoso para a produção de anticorpos no longo-prazo.

De acordo com uma publicação da Sociedade Brasileira de Imunização, estudos indicam que um maior tempo entre as doses se reflete em mais ampla vacinação de primeira dose para países com escassez de vacinas, como o Brasil. Além disso, também reflete na produção mais robusta de anticorpos após seis meses.

Ministério da Saúde aponta que foram aplicadas quase 18 milhões de doses da Pfizer

“Com o intervalo de dois a três meses entre as doses, o nível de anticorpos após seis meses é cerca de três vezes maior que quando aplicado em tempo reduzido” disse o médico Otávio Martins à TC Mover. “Justamente após a publicação de estudos nesse sentido, a medida tomada é um retrocesso científico”, completou.

Segundo dados do Ministério da Saúde, o país já distribuiu 164,4 milhões de doses de vacina para Covid-19 e aplicou 131,96 milhões, das quais cerca de 17,8 milhões da americana Pfizer.

Texto: Felipe Corleta
Edição: Cíntia Thomaz e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / Mover

Leia também

Bancos centrais avançam na criação de moedas digitais

FGV mostra maior alta da confiança do consumidor em nove meses

Bolsas abrem semana em baixa, de olho em Federal Reserve, balanços e China; Relatório Focus, política no radar: Espresso

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais