Paulo Guedes diz que aumento do Bolsa Família é 'necessário' - TC
TC Mover
Mover

Paulo Guedes diz que aumento do Bolsa Família é ‘necessário’

Postado por: TC Mover em 15/09/2021 às 12:18
Paulo Guedes vê necessidade em Bolsa Família maior

Rio de Janeiro, 15 de setembro – O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira que o novo programa de transferência de renda, chamado de Auxílio Brasil, precisa ter um valor mais robusto, porém ressaltou que esse aumento é inviável por conta dos precatórios, estimados em R$90 bilhões para 2022.

Em participação virtual do Encontro do Movimento Pessoas à Frente, o chefe da Economia pediu “compreensão” e um diálogo constante entre os Poderes para resolver o tema dos precatórios, pontuando que as lideranças dos Poderes são “sólidas”.

Paulo Guedes defende Poder Executivo

Guedes também saiu em defesa do Executivo, afirmando que o trabalho é realizado com “respeito e união”, mas advertiu que o governo pode “fazer mais e melhor, com menos recursos”.

As falas do ministro fizeram a curva de juros zerar as perdas e alguns contratos até chegaram a subir levemente, especialmente na ponta curta, com os DIs para 2022 e 2023 subindo 1 pontos-base. O trecho médio e longo continuam no patamar negativo, mas com menos ímpeto do que o observado no início do pregão, caindo 1 pontos-base.

Programa de R$300 é prioridade zero, diz ministro da Economia

Na terça-feira, 14, durante evento da BTG Pactual, Paulo Guedes também falou sobre o novo Bolsa Família. Segundo ele, a prioridade zero é um programa de R$300, sendo comportado pelo Teto de Gastos. O ministro informou que a Economia tem procurado conversar com o Supremo Tribunal Federal, Tribunal de Contas da União e Advocacia-Geral da União.

Presente no evento, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, disse que o Judiciário “não participa de pactos e acordos”. Além disso, disse que o Poder tem de devolver o que não lhe compete, reiterando que o Judiciário só funciona quando provocado, segundo a Constituição.

O representante da Suprema Corte comentou ainda sobre o inquérito das fake news, conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes. Segundo Fux, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, acertou em devolver a Medida Provisória que alterava o Marco Civil da Internet, dificultando a exclusão de perfis que atacassem a democracia. Fux classificou a MP como “não cabível”.

Texto: Cintia Thomaz
Edição: Guilherme Dogo e Letícia Matsuura
Arte: Mover


Leia também

Ibovespa cai com minério de ferro na China e projeções revisadas para o Brasil

ADR da Gol dispara após anúncio de acordo com American Airlines

IBC-Br supera consenso, mas mercado abre em leve queda, com exterior e política: Espresso

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais