TC Mover
Mover

Paulo Guedes diz que mudanças ministeriais favorecerão reformas

Postado por: TC Mover em 22/07/2021 às 16:09
Paulo Guedes e Jair Bolsonaro

São Paulo, 22 de julho – Em meio às mudanças no Ministério da Economia, o ministro da pasta, Paulo Guedes, minimizou o suposto “enfraquecimento” com as alterações. Ele disse que elas servirão para fortalecer as alianças com o Senado e facilitar o andamento das reformas.

Em conversa com jornalistas, o ministro disse que a volta do Ministério do Trabalho e Previdência, que deverá ser comandado por Onyx Lorenzoni, hoje ministro da Secretaria-Geral, dará continuidade com os projetos para fortalecer o emprego e a renda neste e no próximo ano.

Para tanto, o ministro da Economia anunciou que o atual secretário de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, será indicado para o cargo de secretário-executivo de Onyx Lorenzoni.  Paulo Guedes teceu diversos elogios ao atual secretário-executivo, a quem chamou de “parceiro” nas discussões sobre a Reforma da Previdência.

Para Paulo Guedes, mudanças não devem afetar políticas econômicas do governo

Ainda na coletiva, o ministro disse que as mudanças que serão propostas pelo presidente Jair Bolsonaro devem ter “zero” impacto nas políticas econômicas do governo. Segundo ele, a chegada do Senador Ciro Nogueira, do PP, à Casa Civil, fortalece as relações do executivo com o Senado, onde as pautas andam com menor velocidade em comparação à Câmara, de acordo com Guedes.

As falas de Paulo Guedes afastam o receio do mercado de que as mudanças poderiam enfraquecê-lo e alimentar um aumento de gastos. Afinal, o Centrão estará mais presente nas discussões.

Perto das 15h55, o Ibovespa operava em alta de 0,22%, aos 126,2 mil pontos, puxado pelos papéis da Locaweb (LWSA3), Cosan(CSAN3) e Marfrig (MRFG3). O dólar opera com viés de alta, cotado a R$5,210, aumento de 0,30%. A curva de juros segue o câmbio e também sobe, com alta de até 8,5 pontos-base no contrato para janeiro de 2023. A exceção entre os juros futuros é o de vencimento em 2027, que cai 1 ponto-base.

Texto: Guilherme Dogo
Edição: Cíntia Thomaz e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / Mover


Leia também

Méliuz (CASH3) renova máxima após Bradesco BBI elevar preço-alvo

Banco Central Europeu acelerará compras de programa de emergência

Calendário Econômico: Banco Central Europeu, Petrobras, Multilaser

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais