TC Mover
Mover

Poderes esperam que Bolsonaro lidere vacinação

Postado por: TC Mover em 22/03/2021 às 12:09
Bolsonaro e vacinas contra Covid-19

Brasília, 22 de março – A cúpula do Congresso e do Judiciário esperam que o presidente Jair Bolsonaro concorde em se engajar em uma coordenação nacional de medidas duras contra a pandemia, assumindo o protagonismo em defesa da vacinação em massa. É o que reportam fontes que ouvimos sobre as articulações por um pacto nacional contra a Covid-19.


Os líderes dos três poderes se reúnem na quarta-feira

Bolsonaro deve receber na quarta-feira os chefes do Judiciário e do Legislativo para discutir o assunto, uma ideia que teve origem no Parlamento. Uma coordenação nacional seria uma porta de saída para o conflito do presidente, até aqui, com governadores, sem que pareça ter sido derrotado. A roupagem do acerto seria a de “superar diferenças para a frente” e dar ao combate à pandemia um caráter técnico e racional.

Dentro de um comitê assim também pode ser possível que as ponderações do presidente Bolsonaro sobre as restrições adotadas pelos estados e municípios sejam consideradas fora dos marcos de disputas políticas e ideológicas acima.


Ala ideológica ainda influencia Bolsonaro

Chegar a esse entendimento provavelmente impediria que o presidente continuasse a perder pontos nas pesquisas. Contudo, ainda existe razoável influência da chamada ala ideológica sobre o presidente. Bolsonaro não está seguro de que terá apoio de uma aliança de centro-direita para tentar a reeleição.

Mas, a possibilidade de construir uma coordenação nesses moldes já o coloca mais perto do pragmatismo necessário, e cobrado pelo Centrão, para pensar em união em 2022. Todos sabem que o presidente tem suas posições, mas esperam dele um comportamento definitivo de estadista quanto à pandemia.

Como disse o ex-presidente Michel Temer em entrevista exclusiva à TC Rádio, a predisposição de Bolsonaro contra a vacina pode estar criando mais empecilhos para a retomada da economia e da confiança.

Por outro lado, faz sentido também que, como disse Temer, “se o presidente tivesse assumido o combate à pandemia no início, visitando estados, se transformaria em um herói nacional”.

Texto: Leopoldo Vieira
Edição: Lucia Boldrini e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

XP e Santander iniciam Jalles (JALL3) com compra e veem papel descontado

Mercado estima inflação mais alta, mesmo com aumento da Selic

Lira turca tomba, azeda mercados e deve respingar no Brasil; Powell no radar: Espresso

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais