TC Mover
Mover

Projetos da Reforma Tributária devem sair antes do recesso, diz Arthur Lira

Postado por: TC Mover em 01/07/2021 às 19:35
Reforma Tributária na Câmara

Brasília, 1 de julho – Há chance dos dois projetos da Reforma Tributária fatiada serem aprovados na Câmara antes do recesso parlamentar de julho, disse o presidente da Casa, Arthur Lira.

No entanto, apesar do baixo quorum exigido, isso depende de um acordo dos deputados em torno de um texto, completou o deputado em postagem no Twitter.

Arthur Lira defendeu instalar comissão para Orçamento de 2022

Em reunião hoje, a maioria dos líderes partidários definiu a pauta de votação na Casa dos próximos 15 dias, na qual estará o projeto que combate os supersalários, considerado importante complemento da Reforma Administrativa.

Além da Reforma Tributária, Arthur Lira defendeu a instalação da Comissão Mista de Orçamento para 2022 durante estas duas primeiras semanas do mês. Contudo, este prazo ainda não representa todo o calendário até o recesso.

O presidente da Câmara avisou os líderes que, sem votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias do ano que vem, não haverá a suspensão dos trabalhos legislativos. Mais cedo, o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, disse ao Scoop by Mover que o esforço de votações antes de 17 de julho inclui o projeto de privatização dos Correios.

Fatia da Reforma Tributária sobre dividendo divide opiniões

Enquanto o projeto da Reforma Tributária encaminhada ao Congresso pelo governo compõe tributação de dividendos de 20%, o presidente da Câmara uma alíquota menor, de 15%. Segundo ele em entrevista ao Valor na segunda-feira, 28, o “Senado estava pensando em 15%, a Câmara já está falando em 10%”.

De acordo com Arthur Lira, o Congresso não tem o objetivo de aprovar nenhuma medida que acarrete aumento da carga tributária para os contribuintes. Mas afirmou que é uma distorção não cobrar imposto sobre dividendos. O parlamentar alegou que o Brasil é o único país que adota essa prática.

Texto: Leopoldo Vieira
Edição: Bárbara Leite e Letícia Matsuura
Arte: TC Mover


Leia também

JBS antecipa meta de zerar desmatamento ilegal para 2025

China praticamente elimina mineração de criptomoedas no país

Vieira: Centrão fica mais decisório após episódio Covaxin

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais