PSDB vira oposição, iniciando reposicionamento eleitoral - TC
TC Mover
Mover

PSDB vira oposição, dando largada ao reposicionamento eleitoral

Postado por: TC Mover em 08/09/2021 às 20:02
PSDB vira oposição e mira eleição de 2022

Brasília, 8 de agosto – O Partido da Social Democracia Brasileira, conhecido pela sigla PSDB, anunciou que, por unanimidade, passa a integrar a oposição ao governo Jair Bolsonaro a partir desta quarta-feira, 8. A decisão dá largada ao reposicionamento da sigla para as eleições presidenciais de 2022.

Em comunicado nas redes sociais, os tucanos também informaram que darão início à “discussão sobre a prática de crimes de responsabilidade pelo presidente da República”. Assim, a legenda pode vir a apoiar adiante a deposição do atual governo.

Presidente do PSDB convocou reunião após fala de Jair Bolsonaro na manifestação do 7 de setembro

Ontem, após as manifestações pró-governo do Dia da Independência, nas quais Bolsonaro afirmou que não respeitará decisões do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, o presidente da legenda, deputado Bruno Araújo, convocou reunião da Executiva Nacional para discutir a crise entre os Poderes.

O presidente da Corte, Luiz Fux, alertou, em pronunciamento, que descumprir decisão judicial é crime de responsabilidade, passível de impeachment pelo Congresso. Ele fez o pronunciamento mais incisivo entre os líderes de Legislativo e Judiciário após as falas de Bolsonaro. Fux disse que “ninguém fechará o STF” pedindo aos poderes que se dediquem aos “problemas reais” do país.

João Doria e Eduardo Leite disputam candidatura à eleição 2022

O PSDB realizará prévias em novembro para definir seu candidato ao cargo de Bolsonaro, em disputa que deve ser travada entre os governadores de São Paulo, João Dória, e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite. Nesta terça, ambos defenderam o impeachment de Bolsonaro. Um dos principais desafios do partido será sair unificado em 2022 e recuperar eleitores de centro-direita perdidos para o chefe do Executivo em 2018.

No Scoop Day, o cientista político Bolívar Lamounier, disse acreditar nas chances de uma terceira via no próximo ano, no que foi respaldado pelo diretor do instituto Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo. O presidente de honra do PSDB e ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, cogitou recentemente apoiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, se o partido não for para o segundo turno em 2022.

Se conseguir conquistar os votos necessários para vencer a sucessão presidencial, analistas prevêem que os tucanos podem dar continuidade à pauta econômica liberal, mas em ambiente de estabilidade institucional não observado no presente contexto.

Texto: Leopoldo Vieira
Edição: Felipe Corleta e Letícia Matsuura
Imagem: Vinícius Martins / Mover


Leia também

Economia americana fica mais fraca com variante Delta e inflação continua, mostra Livro Bege

Especial: Lira e Pacheco voltarão a negociar avanço de Reforma do IR e do Refis, dizem fontes

Inflação em países desenvolvidos pode afetar emergentes, diz Banco Central

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais