Mover

Vacinação obrigatória não é estratégia do governo, diz Pazuello

Postado por: TC Mover em 02/12/2020 às 15:43

Brasília, 2 de dezembro – O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse, em audiência no Congresso nesta manhã, que a vacinação obrigatória contra Covid-19 não é uma estratégia do governo. Mas ele afirmou que aguardará a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre o tema, que deve sair entre 11 e 18 de dezembro. 

A preferência do governo pela vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca se deve ao baixo custo, que chega a ser oito vezes menor do que as demais opções, segundo o ministro. 

Já sobre as denúncias de que testes comprados pelo governo brasileiro estavam perecendo em armazenamento, o general esclareceu que a validade inicial de oito meses foi para uso emergencial, que o processo de revalidação já começou e que os testes serão liberados conforme demanda dos estados.

Votação de MP e projeto sobre vacinas no Congresso

Hoje a Câmara deve aprovar a medida provisória que libera crédito de R$1,9 bilhão para pagar o contrato entre a Fundação Oswaldo Cruz e o laboratório AstraZeneca. Amanhã, o Senado vota um projeto com diretrizes para orientar a distribuição de imunizantes contra a Covid-19. Na sexta-feira, o STF começa a julgar se o governo deve apresentar um plano nacional de imunização. 

Texto: Leopoldo Vieira
Edição: Melina Flynn e Letícia Matsuura
Imagem: Divulgação

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais