Distorções entre lucro e geração de caixa nos resultados da empresa - TC

TC School / Análise Fundamentalista

Qualidade dos Lucros e Análise Fundamentalista: distorções entre lucro e geração de caixa

28/09/2021 às 11:05

TC School

A Rádio TC está no ar! Hoje vamos falar sobre as distorções entre lucro e geração de caixa e recapitular o conceito de EBITDA.

A série “Qualidade dos Lucros” é composta dos seguintes temas:

  1. O Método POC – como as empresas aumentam ou reduzem suas despesas
  2. Como manipular as operações para reduzir os custos?
  3. Como as empresas manipulam as contas
  4. Estudo de Caso: ABEV3, VALE3 e PETR4
  5. As distorções entre lucro e geração de caixa
  6. Gerenciamento de impressão

Boa leitura!

analise fundamentalista

O que é EBITDA

Recapitulando: o EBITDA é o lucro antes de tudo que importa, como a gente costuma dizer, porque sem depreciação, amortização, tributo, a gente não faz nada.

Ele é uma aproximação para geração de fluxo de caixa da empresa. Acredito que ele foi usado porque não tínhamos uma demonstração dos fluxos de caixa, não apenas no Brasil.

Isso serve para o mundo, pois a demonstração dos fluxos de caixa passou a ser obrigatório de forma generalizada na década de 70, que foi quando a teoria de Finanças, especificamente de valuation, começou a ser mais desenvolvida. Então, como a gente não tinha ainda fluxo de caixa de forma generalizada, as pessoas começaram a usar o EBITDA como aproximação.

Mas o EBITDA é uma aproximação para o fluxo de caixa e hoje a gente já tem um fluxo de caixa operacional. Logo, para que usar uma aproximação, então, se já temos o próprio número?

Afinal, mesmo usando o EBITDA, é importante ter muito cuidado com os ajustes que são feitos para chegar nesse número. É fundamental olhar sempre quais são os ajustes que a empresa faz, e não apenas essa informação, mas também o cálculo desse dado que são divulgados pela empresa, graças a instrução da CVM de 2012.

TC Rádio

Vídeo na íntegra:

Pode existir mesmo esse padrão de distorções entre lucro e fluxo de caixa? E o que causa essas distorções?

Olhar o padrão dos números é muito importante para você encontrar alguma coisa que pode ser problemática.

Então, Receita e Lucro Operacional possuem um certo padrão. Como a empresa vai gerar receita, ela também gera lucro operacional, ao mesmo passo que, se a empresa gera receita, também tem geração de caixa.

Dessa forma, existe um padrão de oscilação entre lucro e fluxo caixa e as medidas gerais de lucro com receita e as contas a receber. Existe uma correlação entre eles, algumas empresas mais, outras menos. Isso varia também de setor para setor, ou caso ocorra alguma mudança no modelo de negócio da empresa, alguma crise ou alguma mudança na política contábil.

Ou ainda, se existir algum erro ou gerenciamento de resultado. O fato é que, se houver alguma distorção, você deve buscar o que a gerou para poder não ser enganado e entender melhor a empresa que você está analisando.

EBTIDA e o fluxo de caixa operacional

Indo para um caso real, observando os dados da empresa Iguatemi:

geração de caixa das empresas

A linha azul é o EBTIDA e o vermelho é o fluxo de caixa operacional.

Existe uma queda brutal no segundo trimestre 2020 no fluxo de caixa operacional, mas o lucro operacional e o EBITDA não caem tanto. Isso porque a empresa fez alguns procedimentos contábeis para dar uma segurada nisso.

Relembrando que o fluxo de caixa obedece ao regime de caixa, ou seja, entradas e saídas de caixa quando ocorre, aparecem na demonstração.

Regime de competência

Já o Lucro e EBITDA são baseados em regime de competência, então a empresa pode fazer alguns ajustes contábeis (como os accruals, falado em outros momentos ao longo dessa série) para dar uma suavizada. E foi isso que a companhia fez aqui, fizeram processo linearização de receita.

A empresa reconheceu receita mesmo o shopping estando fechado. Mesmo com a probabilidade relativamente alta de não receber o dinheiro dos seus clientes, a empresa não fez provisão porque tinha essa probabilidade de não receber o dinheiro dos clientes (a CVM estimulou que isso fosse feito).

E a consequência disso é que: reconhece receita e o lucro vai para acima; sem a provisão o lucro que era para ser menor, foi para cima também. E as contas a receber estão demasiadamente elevadas.

Receitas vs contas a receber

geração de caixa

Gráfico de cima: receita | Gráfico de baixo: contas a receber

As contas a receber tem um buraco em baixo e posterior a isso tem uma explosão no segundo trimestre de 2020. Então, o impacto disso é que haverá um lucro maior e um ativo circulante maior.

Um retorno ROI (desempenho) maior e ainda um índice de liquidez maior. A empresa parece ter um retorno melhor e um risco inferior ao que ela realmente tem.

Sempre que ocorrerem esses ajustes contábeis, procure saber o que houve por trás dessas distorções, para entender como isso afeta significativamente a sua análise de investimentos.

TC School

No TC School você tem acesso a textos e vídeo aulas gratuitas com muita informação importante para quem está pensando em dar os primeiros passos como investidor.

Queremos comunicar de maneira simples, prática e o mais acessível possível para todos os públicos! Portanto, se liga só quanto conteúdo bacana você encontra por aqui:

Professor Felipe Pontes
Felipe Pontes
Diretor Educacional do TradersClub
Doutor em Contabilidade com foco em informações contábeis para o mercado de capitais pelo Programa UnB/UFPB/UFRN. Professor de Contabilidade e Valuation. Gestor de Clube de Investimento.

TC School

A sua escola como investidor.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub