TC School / Análise Fundamentalista

Análise do setor de Petróleo e Gás Natural na Bovespa

23/03/2021 às 17:15

TC School

O setor de petróleo e gás é um dos mais importantes da economia, e por muito tempo concentrou as principais companhias de capital aberto das bolsas mundiais. No caso brasileiro, a Petrobras (PETR4) foi por muito tempo a empresa mais valiosa do índice Bovespa.

No texto a seguir, faremos uma análise setorial deste que é considerado um dos grandes setores para investimentos na B3. Para facilitar o estudo, elencamos o artigo nos seguintes tópicos:

  • Como funcionam as empresas do setor?
  • Empresas de petróleo e gás listadas na B3
  • Exemplo prático: análise das ações da Petrobras (PETR4)
  • Considerações e reflexões para investidores

Boa leitura!

Empresas de petróleo e gás na B3

Como funcionam as companhias do setor?

As empresas do setor de petróleo e gás são caracterizadas por ter seu desempenho atrelado ao aquecimento da economia global, por isso são consideradas companhias cíclicas. Assim como as indústrias do setor de siderurgia, seus resultados estão intrinsecamente relacionados ao preço da commodity em questão, nesse caso o preço do barril de petróleo. (No TC Matrix, a ferramenta de análise fundamentalista do TC, é possível acompanhar a cotação do preço (Brent).

Essas companhias comercializam o petróleo extraído em campos onshore (localizados ou operados na terra) e também offshore (localizados ou operados no mar) cujos direitos são concedidos através do órgão regulador brasileiro. O órgão regulador do setor de petróleo e gás natural no Brasil é a Agência Nacional do Petróleo (ANP), ela é a responsável por promover licitações e celebrar contratos em nome da União para a exploração do petróleo em campos brasileiros.

Petróleo, óleo e gás

Termos específicos do setor

É comum ao investidor iniciante em ações, ficar confuso com a quantidade de termos específicos ao se deparar pela primeira vez com um relatório de empresa de petróleo, como Petrobras (PETR4) ou PetroRio (PRIO3). Há muitos termos técnicos que envolvem o setor petroleiro e petroquímico.

Reservas 1P, 2P e 3P

Uma das dúvidas mais comuns é a linguagem utilizada para as reservas 1P, 2P e 3P; Afinal, o que isso significa? As reservas seguem uma lógica, são divididas em três categorias distintas:

  1. Provadas;
  2. Prováveis; e
  3. Possíveis.

Dessa forma, as reservas 1P compreendem apenas as reservas provadas; as reservas 2P são a soma das reservas 1P com as reservas prováveis; e as reservas 3P são a soma das reservas Provadas, Prováveis e Possíveis (2P + possíveis).

Conforme elencamos, as estimativas de reservas da quantidade de recursos disponíveis ocorrem através de estudos com mapeamento geológico e levam em consideração aspectos jurídicos e econômicos.

Petróleo Brent e WTI

Outra dúvida comum é qual a diferença entre petróleo Brent e WTI.

  • Petróleo WTI

A sigla foi inspirada na região do West Texas Intermediate, tradicional ponto de extração de petróleo nos Estados Unidos. Ele costuma ser mais barato do que o petróleo Brent por conta de sua extração onshore. Para os Estados Unidos, o WTI serve como referência do preço do petróleo hoje.

  • Petróleo Brent

É extraído do Mar do Norte, caracterizado por ser um produto do tipo leve e servir de referência para a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e para a Petrobras. Por ser retirado offshore, sua extração envolve mais custos, logo geralmente ele é mais caro do que o petróleo WTI.

Boe (barril de óleo equivalente)

Além dessas dúvidas de termos técnicos no setor de petróleo na B3, outro conceito que o jovem investidor deve saber é o significado de siglas como 400 bbl/dia ou US$ 4,2 boe.

Boe (barril de óleo equivalente) é uma medida de volume de gás convertido para barris de petróleo, enquanto bbl/dia significa barris por dia. Logo, se a produção de uma empresa foi de 350 bbl/dia em janeiro, aquela empresa em média produziu 350 barris de petróleo por dia no período.

Petróleo e gás na Bolsa de Valores

Empresas de óleo e gás listadas na B3

O mercado de ações no Brasil ainda engatinha quando comparado a mercados desenvolvidos como o dos Estados Unidos. Diante disso, apesar do número restrito de empresas de petróleo e gás selecionadas (9 companhias), é possível obter uma diversificação quanto ao modelo de negócio, dependendo das ações que compuserem seu portfólio.

Na diversificação do portfólio é importante saber que existem empresas focadas no mercado de gás, enquanto outras destinam-se à exploração de campos de petróleo maduros e até a Petrobrás, uma das maiores empresas do Brasil atua nesse meio.

Você pode conhecer todas as empresas do setor de óleo e gás listadas na B3 no card dinâmico elaborado pelo TC School abaixo:

Alguns investidores podem estar perguntando da Eneva (ENEV3), visto que a companhia possui uma forte atuação no mercado de gás, ou até mesmo da Engie (EGIE3), que adquiriu a TAG, transportadora de gás.

As empresas que foram representadas no card dinâmico acima são aquelas que estão classificadas pela B3 como companhias de óleo e gás. A Engie e a Eneva, por exemplo, estão classificadas como utilites, visto que estão dentro do segmento de energia elétrica pois seu core business tem mais relação com esse segmento.

Interessante citar também o caso da Cosan (CSAN3), enquadrada como companhia de óleo e gás em nossa análise do setor de petróleo na B3. A Compass, subsidiária da Cosan que atua na área de gás natural tentou fazer o IPO em 2020, entretanto, cancelou o evento alegando “deterioração das condições de mercado” e o negócio não saiu.

Contudo, após a reorganização promovida pelo grupo com a fusão da Cosan Limited e Cosan Logística (controladora da Rumo S.A.), Rubens Ometto, controlador da Cosan, afirmou que está nos planos da companhia a abertura de capital das suas subsidiárias e dentre elas está a Compass. Dessa forma, em breve poderemos ver mais uma companhia de óleo e gás listada na B3.

Análise da Petrobras (PETR4)

Exemplo prático: analisando o balanço 4t20 da Petrobras

Em especial, a divulgação do balanço da Petrobras referente ao último trimestre de 2020 foi um tanto quanto “emocionante”. O balanço foi divulgado no dia 24/02, uma quarta-feira. Porém toda a tensão começou antes, no dia 18/02 quando a Petrobras divulgou que haveria reajuste nos preços da gasolina e do óleo diesel, o que desagradou o presidente Jair Bolsonaro que ao final do dia realizou uma live expressando seus sentimentos sobre o fato.

No dia seguinte (19/02), os papéis da Petrobras (PETR4) fecharam o dia em queda de 6,63% demonstrando o receio do mercado com uma possível intervenção na empresa. Na segunda-feira (22/02) a ação PETR4 encerrou o dia em queda de 21,5% refletindo o sentimento do mercado após a oficialização da troca de comando do presidente da companhia.

Mesmo diante desse cenário, os resultados demonstrados pela Petrobras bateram o consenso e os principais indicadores podem ser vistos abaixo:

Fonte: release de resultados 4t20 Petrobras

Como a Petrobras gera receitas?

A principal fonte de receita da Petrobras advém da comercialização dos derivados do petróleo, principalmente o diesel e a gasolina. O principal mercado da empresa é o mercado interno mas as exportações correspondem a uma parcela relevante da receita da companhia, principalmente para a China.

Fonte: release de resultados 4t20 Petrobras

Interessante observarmos como o mercado externo do petróleo ganhou participação na receita da companhia, enquanto a receita total caiu 10% ano contra ano, a receita do mercado externo subiu 7,3%.

Os principais custos da Petrobras

O principal custo da Petrobras são os custos de extração e produção do petróleo, já que este é o insumo básico da companhia. E aí entra um termo que todo investidor do setor de óleo e gás deve conhecer: lifting cost.

O lifting cost, em uma tradução livre, é o “custo de levantamento”, porém no segmento de petróleo, refere-se aos custos de extração, ou seja, são os custos operacionais após a fase de exploração e perfuração de poços.

Essa métrica é muito importante para comparar a eficiência das companhias. Para termos uma noção, o lifting cost médio em 2020 da Petrobras foi de US$ 5,2/boe, enquanto o da PetroRio no mesmo período foi de US$ 14,7/boe e o da 3R Petroleum foi de US$ 6,25/boe.

Entretanto, devemos lembrar das diferenças existentes entre o tamanho e o modelo de negócio das companhias. O lifting cost do petróleo em águas profundas tende a ser menor para compensar o alto risco e recursos necessários para realizar essa operação, além disso empresas maiores tendem a ter ganhos de escala.

Especificidades contábeis do setor

O lucro da Petrobras no 4t20 foi positivamente impactado pela reversão de impairments (recuperabilidade de ativos), como podemos veremos a seguir. Isso ocorre porque com a valorização do barril de petróleo, os ativos da Petrobras se valorizam, revertendo as despesas com impairment (teste de (recuperabilidade de ativos).

Fonte: release de resultados 4t20 Petrobras

Considerações e reflexões para investidores

Após a discussão, consideramos ser fundamental para o investidor do setor de petróleo, que o desempenho das companhias de óleo e gás está intrinsecamente atrelado ao desempenho macroeconômico global, e principalmente, ao preço do barril de petróleo. Por isso são consideradas companhias cíclicas.

Esperamos que a análise proposta tenha ajudado você a entender um pouco desse setor tão importante para a economia e a Bolsa de Valores do Brasil.

Não deixe de conferir o canal do TC School no YouTube. Temos bastante conteúdo para quem está iniciando como investidor, como o vídeo abaixo, que explica como fazer a análise vertical e análise horizontal de uma empresa.

Legal, não é? A gente também está no Instagram e no TikTok. Segue a gente lá!

Lucas Costa
Lucas Costa, CGA
Analista TC Matrix. Graduando em Economia pela UFPB
Membro do Projeto Quantum e vencedor do Prêmio Calouro Destaque em 2018

TC School

A sua escola como investidor.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub