TC School / Contabilidade financeira

CPC 27: entenda o ativo imobilizado

26/11/2020 às 5:00

TC School TC School

O ativo imobilizado é um dos mais conhecidos e, por ser tangível, possibilita um maior entendimento desse conceito por parte dos investidores. Diante disso, este texto explica o que são ativos imobilizados, trazendo exemplos desses ativos de empresas listadas na B3, como a Oi. Sendo assim, para uma melhor apresentação, o texto está dividido nos seguintes tópicos:

  • O que é um ativo imobilizado?
  • Reconhecimento dos imobilizados
  • Mensuração dos ativos imobilizados
  • Exemplo prático de uma mensuração
  • Conclusão

Boa leitura!

ativo imobilizado

O que é um ativo imobilizado? 

O CPC 27 conceitua o ativo imobilizado como um item tangível que tem de ter duas características:

  • É mantido para produção ou fornecimento de mercadorias, ou serviços, ou para atividades administrativas da companhia. Ou seja, são itens utilizados para a atividade operacional da companhia;
  • Será mantido por mais de um período.

É importante lembrar que o ativo imobilizado deve ter as mesmas características de um ativo, ou seja, precisa ser controlado, gerado no passado e ser capaz de trazer benefícios futuro para a companhia.

Os ativos imobilizados sofrem depreciações em virtude do seu uso frequente. Sendo assim, devemos entender a depreciação como uma alocação sistemática ao longo da vida útil de um ativo.

Já para definir a vida útil de um ativo, devemos estimar o tempo que a empresa o usará em suas operações. A estimação do tempo pode ocorrer por meio do número de unidades de produção ou de unidades semelhantes que a entidade espera obter pela utilização do ativo (CPC 17, 2020).

Por fim, o ativo também pode vir a ter que ser testado pelo teste de impairment, caso seja de conhecimento da companhia fatores externos ou internos que esse ativo em questão esteja subavaliado.

Reconhecimento dos imobilizados

O reconhecimento do ativo imobilizado deverá ser feito quando:

  • Atender as definições de ativo
  • Atender as definições de ativo imobilizado
  • O custo desse ativo seja mensurado de forma confiável

Mensuração dos ativos imobilizados

Depois de passar pelo processo de reconhecimento, para realizar a mensuração do ativo imobilizado, as companhias utilizam o custo desse ativo imobilizado.

O custo do ativo imobilizado deverá ser o preço de aquisição desse ativo acrescido de todos os custos que a companhia teve para que de fato esse ativo ficasse disponível para o uso.

Exemplo prático de uma mensuração

Para fins de exemplo, observaremos o saldo de imobilizado da empresa Oi.

ativo imobilizado

Fonte: Relações com Investidores da Oi.

Conforme a figura acima, observamos por meio do Balanço Patrimonial que a Oi possui R$ 41,412 bilhões em ativos imobilizados. Na Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC), podemos observar se a empresa fez aquisições desses ativos no último trimestre conforme está apresentado na figura abaixo.

imobilizado

Fonte: Relações com Investidores da Oi

Por fim, o investidor também poderá observar nas notas explicativas quais são os ativos imobilizados que a companhia possui. Além disso, é possível observar se houveram mais adições do que baixas, se houveram transferências e também informações sobre a depreciação.

notas explicativas

Fonte: Relações com Investidores da Oi.

Conclusão

Diante disso, o texto apresentou mais um item do Balanço Patrimonial, que na maior parte das empresas é um dos maiores itens do demonstrativo. Sendo assim, após a leitura deste texto, o investidor possui uma compreensão sobre o que é ativo imobilizado, como é o seu processo de reconhecimento, mensuração e divulgação dessas informações.

Ígor Leite
Ígor Leite
Contador e Mestre em Ciências Contábeis pelo PPGCC/UFPB
Contribui com textos educativos para o TC School

TC School

TC School

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub