TC School / Economia & investimentos

Equilíbrio de mercado: o encontro entre oferta e demanda

08/02/2021 às 16:39

TC School

No nosso dia a dia é muito comum escutarmos sobre oferta e demanda quando buscamos determinar o preço de algum bem ou serviço. No texto a seguir, você irá compreender como de fato ocorre o encontro entre oferta e demanda, que economicamente falando nada mais é do que o equilíbrio de mercado.

Primeiro iremos tratar sobre a correlação entre oferta e demanda, para então lhe introduzir a estes dois conceitos essenciais não só no equilíbrio de mercado como em Economia. Por fim, partiremos para o equilíbrio de mercado entre estas, estruturando o texto da seguinte forma:

  • O que é demanda?
  • O que é oferta?
  • Equilíbrio de mercado
  • Desequilíbrio de mercado
  • Fatores que afetam o equilíbrio de mercado
  • Considerações finais

Boa leitura!

Oferta e Demanda

O que é demanda?

Também conhecida como procura, a demanda pode ser classificada como a quantidade de produtos e/ou serviços que os consumidores desejam adquirir em um determinado período de tempo. De maneira geral, a demanda por um bem (produtos e serviços) é influenciada pelos seguintes fatores:

  • Preço do bem no período;
  • Preço de seu bem substituto (concorrente);
  • Preço do bem complementar (aquele que complementa o uso do bem em questão, por exemplo, combustível para o carro);
  • A renda do consumidor; e
  • As suas preferências de consumo.

E o comportamento da demanda exerce influência sobre equilíbrio de mercado, pois de acordo com a lei da demanda, e, considerando que o bem não seja um bem de Giffen (quanto maior o preço maior a demanda pelo bem), a demanda possui uma relação negativa com os preços de oferta. Ou seja, quanto maior o preço do bem, menor será a demanda e consequentemente temos o equilíbrio de mercado sendo afetado.

O que é oferta?

Já a oferta pode ser classificada como a quantidade de produtos e/ou serviços que os produtores desejam produzir e oferecer para comercialização em um determinado período de tempo. De maneira geral, a oferta de um bem (produtos e serviços) é influenciada pelos seguintes fatores:

  • Preço do produto ou serviço;
  • Preço dos insumos para a produção do bem;
  • A tecnologia; e
  • Os fatores climáticos.

E de acordo com a lei da oferta, assim como na demanda e sua lei, esta exerce influência sobre o equilíbrio de mercado, pois a oferta possui uma relação positiva com o preço de mercado dos bens. Ou seja, quanto maior o preço maior será o nível de oferta.

Equilíbrio de mercado

Em resumo, o equilíbrio de mercado é o ponto de encontro das curvas de oferta e demanda. Ou seja, o cenário em que o nível de preços praticado é o que iguala tanto a quantidade ofertada pelos agentes ofertantes quanto a quantidade demandada pelos agentes demandantes. Portanto, é a existência desse ponto que permite as transações e negócios entre o lado da oferta e o lado da demanda, visto que existe quantidade suficiente a ser transacionada dentro do preço em que ambas as partes se beneficiam.

Agora, sabendo que tanto a oferta quanto a demanda se comportam de acordo com as suas particularidades, você deve estar se perguntando: como irá ocorrer o equilíbrio de mercado, o qual, concretiza o encontro entre oferta dos bens produzidos pelos produtores e demandados pelos consumidores? A que preço? E, a que quantidade?

De forma direta e reta, a resposta seria que a interação entre a curva da demanda (consumidores) e a curva de oferta (produtores) determina tanto a quantidade quanto o preço de equilíbrio do mercado. Entretanto, para que você possa compreender melhor como ocorre o encontro entre oferta e demanda e a formação do equilíbrio de mercado, iremos ilustrar graficamente como esse fenômeno ocorre:

Fonte: Elaboração própria

Na imagem acima você pode visualizar um gráfico de interação entre as curvas de oferta e demanda dos agentes. A curva de demanda (representado pela reta “D”) é a representação do conjunto de infinitas combinações de demanda que as pessoas possuem para aquele determinado bem. Como você já deve saber e praticar, cada indivíduo (demandante) possui as suas preferências de consumo tanto por preço quanto por quantidade de determinado bem.

O mesmo ocorre com a curva da oferta (representado pela reta “S”), onde cada produtor (ofertante) com a sua escala de produção e capacidade de insumos possui uma combinação de quantidade do bem a ser ofertado e a que preço ele deve ser ofertado para que o seu negócio se sustente e continue a ofertar os seus produtos.

Será no momento em que essas curvas se cruzam, ou seja, no encontro entre oferta e demanda que se dará o equilíbrio de mercado, com a combinação entre preço e quantidade que satisfaçam ao mesmo tempo as preferências dos agentes ofertantes e dos agentes demandantes. E, esse preço é reconhecido como preço de equilíbrio (Pe) e quantidade de equilíbrio (Qe).

Pode existir mais de um equilíbrio de mercado?

Compreendendo o que expomos anteriormente, e sabendo que existem várias combinações de preço e quantidade, tanto da ótica do produtor quanto da ótica do consumidor, pode surgir a dúvida quanto à possibilidade de haver mais de um ponto de equilíbrio. Contudo, a resposta é não!

Para explicar é muito simples! Os agentes são racionais, respeitam estritamente as leis de oferta e demanda que explicamos anteriormente. Portanto, o mercado sempre se comportará de maneira a convergir para o equilíbrio de mercado. Basta visualizar abaixo a dinâmica que ocorre nos desequilíbrios de mercado, como elencamos abaixo.

Desequilíbrio de mercado

Excesso de oferta ou escassez de demanda, são as combinações que se encontram entre a curva de oferta e de demanda acima do ponto de equilíbrio. Logo, de acordo com a lei da oferta, como o preço praticado nesses pontos é maior que o preço de equilíbrio, haverá excesso de oferta dos produtos.

E para sair desse desequilíbrio o ofertante vai diminuindo os preços como forma de estimular a demanda por seus produtos, e proporcionalmente vai eliminando o excesso de oferta. Portanto, como você já deve estar imaginando, para eliminar o excesso de oferta (ou para que não haja excesso), os agentes ofertantes devem igualar o seu preço praticado ao preço de equilíbrio de mercado. No gráfico abaixo, confira um exemplo prático.

Fonte: Elaboração própria

Suponha que esse seja um gráfico de interação entre oferta e demanda do mercado de luminárias. Se o preço praticado no mercado para as luminárias for R$ 85, ou seja, acima do preço de equilíbrio de mercado, o ofertante só pode ofertar 10 unidades. Mas note que, se olharmos para a curva da demanda, os demandantes só estão dispostos a consumir 4 unidades de luminárias ao preço de R$ 85 reais. Portanto, nesse mercado há excesso de luminárias sendo ofertadas ou escassez de consumidores para adquiri-las.

A mesma dinâmica ocorre nas combinações de R$ 100, exercite!

Por outro lado, o excesso de demanda ou escassez de oferta são as combinações que se encontram entre a curva de oferta e de demanda abaixo do ponto de equilíbrio. Novamente, de acordo com a lei da demanda, como o preço praticado nesses pontos é menor que o preço de equilíbrio, haverá excesso de demanda dos produtos.

Para sair desse desequilíbrio, o ofertante vai aumentando os preços como forma de retrair a demanda por seus produtos, e, proporcionalmente, vai eliminando o excesso de demanda. Portanto, como você já deve estar imaginando, para eliminar o excesso de demanda (ou, para que não haja excesso), os agentes ofertantes devem igualar o seu preço praticado ao preço de equilíbrio de mercado. Confira um exemplo prático no gráfico abaixo.

Fonte: Elaboração própria.

Suponha que o gráfico acima representa a interação entre oferta e demanda do mercado de biscoitos. Se o preço praticado no mercado para os biscoitos for de R$ 25, ou seja, abaixo do preço de equilíbrio de mercado, o ofertante só possui a capacidade de ofertar 15 unidades. Porém, a esse preço, os consumidores estão demandando 45 unidades de biscoitos! Portanto, nesse mercado, há excesso de demanda por biscoitos ou escassez de oferta dos mesmos.

Sabendo disso, podemos determinar que tanto excesso de oferta quanto excesso de demanda possuem regiões dentro do gráfico de interação entre oferta e demanda. No gráfico abaixo você pode conferir onde essas regiões se encontram. 

É possível notar que, todas as combinações dispostas no sombreamento laranja, incluindo a própria reta da oferta e da demanda que contornam essa região laranja, se caracterizam como combinações de excesso de oferta. O mesmo ocorre para o excesso de demanda, mas para a região verde.

Fonte: Elaboração própria

Compreendendo esses desequilíbrios de mercado e como eles se comportam, fica mais fácil entender porque ofertantes e demandantes convergem suas preferências para o preço praticado no equilíbrio de mercado.

Fatores que afetam o equilíbrio de mercado

No início do texto, ao definirmos o que é oferta e o que é demanda, tratamos de algumas variáveis que são responsáveis por afetar a quantidade demandada e ofertada. Logo, é compreensível que tais valores não sejam imutáveis, e possam afetar o equilíbrio de mercado inicial. Abaixo, citamos algumas variáveis que provocam o deslocamento do equilíbrio de mercado ao formar novos pontos de encontro entre oferta e demanda.

  • Aumento permanente na renda dos indivíduos:

Isto porque quanto maior a renda maior o consumo dos indivíduos. Assim, a curva da demanda se desloca paralelamente para a direita, desfazendo o equilíbrio inicial e gerando novos níveis de preço e quantidade que constituem o equilíbrio de mercado;

  • O adendo de novas tecnologias:

Afinal, a inserção destas na cadeia produtiva dos ofertantes permitem novos níveis de produção. Com isto, a curva de oferta se desloca para a direita, desfazendo o equilíbrio inicial e gerando novos níveis de preço e quantidade que constituem o equilíbrio de mercado;

  • A interferência do governo tabelando preços:

Ao definir um novo preço ao mercado, independente do que este já pratica, o Governo força com que a curva da demanda se desloque para ir de encontro ao equilíbrio de mercado;

Note que estes são exemplos gerais para percebermos que o equilíbrio de mercado pode ser deslocado. Portanto, os exemplos citados não são os únicos responsáveis para determinar o equilíbrio entre oferta e demanda. É essencial que você identifique como a variável em questão afeta ou oferta ou demanda ou ambas, para assim, compreender como se dará o novo encontro entre oferta e demanda para o equilíbrio de mercado.

Considerações finais

Consideramos que por mais que pareça tudo muito simples, a Economia utiliza-se de hipóteses simplificadoras para explicar a realidade econômica. Logo, é evidente que na realidade das conjunturas de cada país, inúmeros fatores são responsáveis por formatar o equilíbrio de mercado. Entretanto, os conceitos e ferramentas que utilizamos ao longo deste artigo são essenciais para que possamos compreender o funcionamento da oferta e demanda.

Por fim, pode parecer que o livre mercado estará sempre sendo eficiente na definição de nível de preços e produtos, mas não é bem assim. A pandemia do COVID-19 é um exemplo claro disso, pois o governo veio a intervir no controle de preços praticados no mercado de alguns bens. Afinal, em casos como este é imprescindível que o governo intervenha para o bem da população em geral, gerando um equilíbrio social ao invés do equilíbrio de mercado.

Referências

PINHO, Diva Benevides; VASCONCELLOS, Marco Antonio Sandoval; TONETO JUNIOR, Rudinei. Introdução à economia. São Paulo: Saraiva, 2012. 373 p. ISBN: 9788502146068.

Pablo Paz
Pablo Paz
Estagiário do TradersClub
Estudante de Economia da UFPB e membro do Projeto Quantum

TC School

A sua escola como investidor.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub