TC School / Finanças comportamentais

Efeito disposição e seus impactos nos investimentos

02/02/2021 às 17:00

TC School TC School

Dentro da teoria das finanças comportamentais, estudamos os vieses comportamentais. Isto porque as pessoas estão muito mais propensas à percepção, atitudes e decisões munidas de algum viés do que imaginam ou acreditam estar. Da vida cotidiana aos investimentos, a psicologia comportamental descreve, analisa e demonstra empiricamente a presença do mecanismo da disposição na tomada de decisão do indivíduo.

Desta forma, neste texto discutimos do que se trata esta “disposição” e abordamos algumas evidências de sua presença, muitas vezes inconsciente, nas decisões relacionadas aos investimentos. O artigo está dividido em três tópicos:

  • Conceito: o que é, e o que fundamenta a existência da disposição?
  • Exemplos: Como a disposição está presente nas finanças?
  • Reflexão: a importância de conhecer que existe disposição.

Boa leitura!

Finanças comportamentais

O que é, e o que fundamenta a existência da disposição?

A disposição foi inicialmente relatada por Hersh Shefrin e Meir Statman numa publicação no The Journal of Finance, em 1985. Como sugestivamente o título do artigo indica – “The Disposition to Sell Winners Too Early and Ride Losers Too Long: Theory and Evidence”, os autores relatam a teoria e demonstram, por meio de evidências, uma propensão dos indivíduos em vender ativos “vencedores” muito cedo e passar tempo demais com aqueles considerados como “perdedores”. Isto é, há uma tendência a realizar bons resultados e postergar a realização de resultados ruins.

Numa abordagem posterior, em 2002, Terrance Odean expõe algumas explicações alternativas que fazem com que, racional ou irracionalmente os indivíduos acreditem que aqueles ativos que hoje são perdedores podem, num momento futuro, superar os seus ativos vencedores atuais.

Odean discorre que a justificativa para que isso ocorra baseia-se em duas sustentações da base da teoria comportamental: uma manifestação da aversão à perda, como descrita por Amos Tversky e Daniel Kahneman na Teoria do Prospecto, em 1979, e suas discussões posteriores (e.g., 1991). Ou, ainda, pela abordagem de Paul Adreassen, em 1990, de que há uma natural reversão dos preços à média pela
presença de extrapolação e reação exagerada a notícias.

Efeito disposição

Em resumo, a disposição é considerada como um efeito que faz com que exista uma tendência maior de vender ativos que subiram de preço, e manter ativos que caíram de preço. A disposição existe quando os indivíduos relutam em se desfazer de maus ativos, assim como se desfazem muito depressa dos bons. Sua ocorrência é tanto consciente, como involuntária, inapta ou imperceptível, sendo amplamente estudada e comprovada.

A disposição no campo das finanças

Apesar do artigo precursor de Shefrin e Statman, já apresentar evidências de ocorrências de disposição baseado em dados do mercado americano, concluindo que os padrões observados nos dados de realização de ganhos e perdas não conseguem ser explicados meramente por questões fiscais. A literatura comportamental tem se dedicado a estudar o fenômeno mais profundamente para investigar, dentre outras coisas, onde, como e com quem ocorre a manifestação do efeito de disposição.

A exemplo disso, Terrance Odean (2002) analisou os registros de negociação de 10 mil contas e demonstrou que o comportamento de realização não apresenta uma justificativa plausível de balanceamento de carteira, relacionado aos custos inerentes à negociação, desempenho subsequente ou tributação.

Numa abordagem alternativa, utilizando dados de cerca de 29 mil fundos de investimentos, Andrea Frazzini, demonstrou que o efeito disposição pode fazer com que exista uma reação às notícias relacionadas a cada ativo. Há uma dependência entre os padrões de preço e o preço pago pela aquisição do ativo. Nesse sentido, no cenário analisado as ações com grandes ganhos ainda não realizados reagem somente às notícias positivas, já as ações com grandes perdas reagem mal apenas às notícias negativas sobre o ativo.

No Brasil, há um trabalho recente (2019), cujos autores são Wlademir Prates, Newton Costa Jr. e André Santos, e descrevem utilizar uma extensa base de dados, que possui 60 milhões de operações de compra e venda, de mais de 600.000 investidores, todos eles categorizados, seja Pessoa Física, Sociedades, estrangeiros, fundos, clubes, bancos, etc.

No trabalho citado, os autores evidenciam que todos os tipos de investidores tinham uma baixíssima propensão a vender os ativos com pequenos retornos negativos, comportamento inverso ao observado, de maior propensão, a realizar pequenos retornos positivos. Contudo, a autoria explica a existência de diferença de intensidade de propensão à realização do ativo de acordo com o tipo de investidor.

A importância de conhecer que existe disposição

É pouco provável que as pessoas se policiem em relação a um viés, heurística ou efeito por sua ocorrência ser inata. Contudo, a naturalidade com que se toma decisões munidas destes comportamentos parece indicar evidente preocupação, em especial nas decisões financeiras, tendo em vista os seus desdobramentos nas vidas dos indivíduos.

Entender como a mente funciona ainda é um desafio. No entanto, a apresentação de paradigmas pode fornecer uma vantagem relativa àqueles que estão interessados em saber das falhas que existem, e que são facilmente e comumente negligenciadas. Desta forma, há um crescente interesse óbvio no sentido de perceber comportamentos que fogem da maximização da utilidade dos indivíduos.

Ainda que estar familiarizado com os aspectos comportamentais não garanta que as decisões sejam otimizadas, a inconsciência de que estes aspectos influenciam as decisões parece indicar maior vulnerabilidade ainda.

Portanto, após discorrer sobre a disposição, seria no mínimo incoerente que se afirmasse que ela não é importante dentre os conhecimentos do poupador/investidor, uma vez que comprovadamente está presente, independentemente do tipo e qualificação.

Baixe nosso app grátis! No TC você acompanha as principais notícias e cotações do mercado em tempo real, além de ter acesso a canais exclusivos para interagir com os melhores profissionais.

Estude e conheça! Aprenda com quem realmente entende de investimentos. Tire dúvidas, troque ideias, experiências e construa uma grande rede de networking com investidores de todo Brasil.

A gente também está no Instagram, YouTube e no TikTok. Acompanhe!

José Mauro Madeiros Velôso Soares
José Mauro Madeiros Velôso Soares
Professor de Contabilidade, Contador e Doutorando em Ciências Contábeis pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

TC School

TC School

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub