TC School / Livros de Economia, Finanças, Contabilidade e Investimentos

Resenha do filme “O Lobo de Wall Street”

08/01/2021 às 16:44

TC School TC School

“O Lobo de Wall Street” é um filme clássico dentre aqueles que tratam sobre o mercado financeiro. Baseado em uma história real, o filme apresenta a trajetória turbulenta de Jordan Belfort na Bolsa de valores de Nova York. É um filme que vire e mexe aparece no catálogo do Netflix e vale a pena assistir! Dividimos a resenha do filmes nos seguintes tópicos:

  • O Lobo de Wall Street
  • Enredo do filme
  • Jordan Belfort
  • “Me venda esta caneta”
  • Um retrato deformado do capitalismo

Boa leitura!

O Lobo de Wall Street

O Lobo de Wall Street

“The Wolf of Wall Street “( O Lobo de Wall Street) é um filme americano produzido em 2013 e foi dirigido por Martin Scorsese, com o roteiro de Terence Winter. “O Lobo de Wall Street” é um filme baseado na história real e biografia de Jordan Belfort, que foi um corretor de ações nos anos 80. Boa parte do que você vai ver no filme é retratado de forma fiel de como as coisas aconteciam naquela época.

Enredo do filme

O filme “O Lobo de Wall Street” conta a trajetória de um jovem de classe média baixa muito ambicioso, com enorme habilidade para vendas, além de uma ótima comunicação e persuasão que sonhava ficar rico. Desta forma, o filme retrata boa parte da carreira dele, além da vida dos “figurões” do mercado financeiro daquela época, que era vivida como a de celebridades no auge da carreira (só que com menos fama e holofotes).

A história de Jordan Belfort tem muitas coisas para ensinar a você sobre vida, trabalho e dinheiro. Mas, sinceramente, não tem a ver com capitalismo, mas sim com fraude, estelionato, corporativismo e muito, muito conflito de interesse.

Jordan Belfort: O Lobo de Wall Street

O filme se passa em 1987. Jordan Belfort é um corretor de ações em uma empresa estabelecida em Wall Street. Ele passa no Exame Série 7 e ganha sua licença de corretor. Entretanto, em seu primeiro dia de trabalho como corretor, a empresa simplesmente quebra por conta do crash de 1987.

No entanto, Belfort consegue outra vaga para corretor de ações em Long Island. Com suas habilidades, logo consegue construir fortuna. Ele faz amizade com Donnie Azoff, um vendedor que mora no mesmo complexo de apartamentos que Jordan Belfort. Logo decidem abrir uma empresa em conjunto, recrutando vários amigos (todos traficantes de maconha experientes) e alguns colegas de trabalho do Centro de Investidores para se juntar a eles.  Juntos, passam a ganhar bilhões de dólares no mercado.

Em meio a tudo isso, Belfort vive uma vida de grande luxo, abuso de drogas, prostituição, ostentação e outras extravagâncias. Muito por conta do dinheiro, o magnata casou-se duas vezes com modelos famosas, como Nadine Caridie e Denise Lomabardo.

No entanto, J. Belfort não tinha sua fortuna de forma lícita. O especulador realizada manipulação de mercado, fraude e um grande esquema de lavagem de dinheiro para tentar legitimar os recursos levantados.

Com a sua falta de caráter e sua imoralidade fazia as coisas acontecerem e tinha excelentes resultados. Contudo, acabou condenado e preso por crimes de fraudes relacionadas com manipulação no mercado de ações. Hoje, Jordan Belfort viaja ao redor do planeta ao lado de sua atual esposa – Anne Koppe, atuando como palestrante motivacional.

“Me venda esta caneta”

Em uma das cenas do filme, Belfort desafia que o vendam uma caneta. No entanto, a maioria dos candidatos concentram seus esforços em explicar os benefícios que a caneta oferece. Entretanto, Brad, um dos candidatos, responde: “Jordan, escreva o seu nome nesse guardanapo”. Jordan Belfort responde: “Eu não posso, eu não tenho uma caneta”. Por fim, Brad responde: “Exatamente, é a lei da oferta e da demanda”.

Além disso, é muito claro que Belfort focava sempre no que ele acreditava que era o objetivo do cliente (uma espécie de Job To Be Done, que é uma ferramenta para analisar as circunstâncias que levam os consumidores a querer comprar determinado produto ou serviço).

Jordan Belfort entende que o comprador não quer necessariamente saber qual a marca da caneta, a cor e o que ela faz, o consumidor quer entender se aquele produto cumpre o papel que ele precisa. Sendo assim, no caso de ações, ele focava se elas seriam lucrativas. Por isso ele não vendia necessariamente as qualidades de um ativo, mas simplesmente as suas perspectivas de ganho.

Um retrato deformado de capitalismo

Nesse contexto, “O Lobo de Wall Street” é um filme que fala de um período peculiar da Bolsa de valores de Nova York (NYSE) e de certa forma já ultrapassado. Além disso, essa história fala de um rapaz inocente e de bom coração que se deixa corromper pelo dinheiro fácil, ilícito e vai se desintegrando ladeira abaixo por conta de drogas, bebidas e promiscuidade.

O filme “O Lobo de Wall Street” é o retrato da imoralidade, pois mostra a história verídica de uma pessoa que viveu à margem dos bons costumes, prejudicou seus clientes, que nele confiaram investimentos, e chegou ao fundo do poço, mas com uma capacidade invejável de se reinventar. Portanto, a narrativa não é sobre capitalismo em si, mas sobre uma persona do mercado financeiro.

Wall Street

O capitalismo em sua essência exige que você gere algum valor para alguém para receber algo em troca. Empresas como a Amazon, Ambev (ABEV3) e Magazine Luiza (MGLU3), por exemplo, não chegaram ao tamanho de hoje por acaso.

As empresas entregaram o que as pessoas realmente queriam e, em troca, os clientes as forneceram seus recursos financeiros. No entanto, o que Jordan Belfort fez em “O Lobo de Wall Street”, foi prometer o que as pessoas queriam sem entregar absolutamente nada. Além disso, fica claro o grande conflito de interesse em vender algo que gera algum benefício e que não é necessariamente benéfico para o cliente.

Para concluir, o fato é que não vejo ele como uma pessoa para se admirar. Entretanto, deve-se prestar atenção em suas habilidades de forma crítica. Afinal, não é todo mundo que consegue fazer bilhões, passar tanto tempo dando golpes sistemáticos, fraudando dentro do mercado financeiro e ainda virar palestrante depois de ser pego.

Natanael Liberalino
Natanael Liberalino
Certificado de Especialista em Investimentos – CEA/ANBIMA
Estudante de Economia

TC School

TC School

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub