TC School / Mercado de ações

HASH11: O primeiro ETF de Criptoativos do Brasil

28/05/2021 às 15:04

TC School

Nos últimos anos, o interesse dos investidores brasileiros pelo mercado de criptoativos cresceu significativamente. Entretanto, por se tratar de um assunto relativamente novo e desconhecido pela grande maioria, ainda existe uma certa cautela. Nesse sentido, nasceu o primeiro ETF de criptomoedas na B3, o HASH11, permitindo ao investidor ter acesso aos principais ativos do mercado de cripto através de um único investimento.

No texto de hoje, vamos entender o que é HASH11, os riscos envolvidos nessa classe de ativo e quais são as suas vantagens.

  • O que é HASH11
  • Investindo em HASH11
  • Vantagens de se investir no HASH11
  • Conclusão

Boa leitura!

hash11 etf

O que é HASH11?

É bem provável que você já tenha ouvido falar em BOVA11 ou SMAL11, alguns dos ETF’s mais conhecidos do Brasil e que buscam replicar o índice Ibovespa e o índice de Small Caps, respectivamente.

O que são ETF’s? Vale a pena investir?

Os ETF’s (Exchange Traded Fund), são fundos de investimento negociados em bolsa que buscam replicar o desempenho de um determinado índice. Estude o tema no link acima.

ETF de criptomoedas

Após entender melhor o conceito, elencamos abaixo informações sobre o primeiro ETF de criptomoedas do Brasil, o HASH11, que tem atraído cada vez mais os olhares dos investidores.

O Hashdex Nasdaq Crypto Index Fundo de Índice (HASH11) é um fundo listado na B3 que segue o Nasdaq Crypto Index (NCI). Esse índice foi desenvolvido pela Hashdex em conjunto com a Nasdaq e busca refletir os movimentos do mercado de criptomoedas, sendo uma referência para quem investe nesta classe de ativos. O Nasdaq Crypto Index (NCI) é composto por seis criptoativos, sendo:

  • Bitcoin (80,37%);
  • Ethereum (16,35%);
  • Litecoin (1,19%);
  • Chainlink (0,94%);
  • Bitcoin Cash (0,64%);
  • Stellar Lumens (0,50%).

Existem critérios rigorosos para um ativo se tornar elegível e entrar no NCI, mas isso é conversa para outra hora.

Dessa forma, ao invés de escolher entre diversas criptos existentes, o investidor poderá se expor aos principais ativos do mercado por meio de um único investimento, sem a necessidade de abrir conta em exchanges ou se preocupar com custódia.

Investindo em HASH11

Se você é um investidor arrojado que está disposto a assumir certos riscos em busca de alta rentabilidade, talvez o HASH11 seja uma boa oportunidade para você diversificar seu portfólio. Contudo, é importante ter cautela, pois os ativos que compõem esse ETF podem sofrer fortes oscilações no dia. Sendo assim, comece pequeno e não exponha mais do que 1% do seu Patrimônio nessa classe de ativos.

Mas antes de você começar, é importante entender os riscos inerentes a esse tipo de investimento.

Taxa de Administração do HASH11

A taxa de administração do ETF é de 0,3% ao ano sobre o Patrimônio Líquido. Essa taxa é cobrada para remunerar a administradora, responsável por realizar a gestão do fundo, sendo provisionada diariamente e paga mensalmente até o 5º dia útil do mês subsequente. Além disso, considerando o fundo de índice alvo, a taxa máxima poderá chegar a 1,3% ao ano.

Tributação

De forma geral, aplica-se a alíquota de 15% de IR sobre o ganho de capital para alienação de cotas no mercado secundário.

Volatilidade

A volatilidade é uma característica forte nas criptomoedas e o ETF não está livre disso. A cotação desses ativos podem oscilar muito, subindo e caindo de 10% a 20% no dia, o que representa um alto risco para o investidor.

O risco de mercado consiste na variação no valor dos ativos. Ou seja, em caso de queda do valor dos criptoativos que compõem a carteira, o Patrimônio Líquido do fundo será afetado negativamente. A queda pode ser temporária, mas não existe nenhuma garantia de que não se estenda por períodos maiores.

Além disso, as cotas também poderão sofrer oscilações negativas em virtude do fundo investir em ativos expostos à variação do dólar e outras moedas. Em caso de valorização do Real em relação a cotação do dólar ou outras moedas, por exemplo, a carteira também poderá ser afetada negativamente.

Confira no gráfico abaixo, o desempenho do ETF na B3 desde a data de sua estreia até o dia 25/05/21.

hash11 cotacao

Fonte: Google. Acesso em: 25/05/2021

Liquidez

Existe também o risco de liquidez que envolve os ativos financeiros da carteira. Se houver falta de liquidez nos mercados em que os criptoativos que compõem o ETF são negociados, é possível que o fundo não consiga efetuar pagamentos relativos a resgates dentro do prazo máximo previsto no regulamento, quando solicitados pelos investidores.

Contudo, esse risco é baixo, pois o ETF é negociado em bolsa de valores em tempo real enquanto o pregão estiver aberto.

Ademais, caso o investidor queira vender sua participação no HASH11, deverá fazer por meio do mercado secundário (através da sua corretora) sem a garantia de que suas cotas seguirão um padrão ou preço similar de outros ativos negociados em bolsa de valores.

Ágio ou Deságio sobre o valor Patrimonial

É importante que o investidor saiba que os preços de negociação do HASH11 na B3 poderão ser superiores ou inferiores ao valor patrimonial. Isso ocorre porque o valor patrimonial é calculado apenas uma única vez a cada dia de pregão. Já os preços de negociação do HASH11 podem flutuar ao longo do pregão.

Como vimos anteriormente, o preço de negociação pode variar devido a liquidez das cotas, as condições econômicas e de mercado, questões cambiais e outros fatores que impactam no valor dos ativos que compõem a carteira.

Vantagens de se investir no HASH11

A principal vantagem de se investir em uma ETF está ligado à diversificação. O efeito da diversificação entre os criptoativos do NCI, possibilita aos investidores carregar um prêmio (size premium) – tendência histórica de que ativos com menor market cap supere ativos com maior market cap – com risco semelhante ao do Bitcoin.

Por se tratar de um índice dinâmico, o NCI vai incorporando ao longo do tempo os criptoativos que se tornarem mais relevantes no mercado.

Além disso, o HASH11 é regulado pela CVM e adere ao código de autorregulação da ANBIMA, oferecendo maior proteção ao investidor. Os criptoativos são armazenados por custodiantes institucionais, que contam com as melhores práticas de segurança do mercado.

Conclusão

Se você é um investidor iniciante no mercado de criptomoedas, o HASH11 pode ser a melhor alternativa para você começar. Não será necessário abrir conta em exchanges e nem se preocupar com perda de chaves. Você poderá comprar cotas do ETF hoje mesmo, por meio da corretora que você já utiliza para investir.

Aqui no TC School temos uma trilha exclusiva sobre criptomoedas para você estudar e se desenvolver ainda mais no assunto.

Referência

Hashdex – Cripto de forma simples, segura e regulada. Disponível em: https://www.hashdex.com.br/. Acesso em: 24 maio. 2021.

Lincoln Silva
Lincoln Silva
Assistente de conteúdo do TC School.
Bacharel em Ciências Contábeis na UFRJ.

TC School

A sua escola como investidor.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub