Leilão de carros recuperados de financiamento e financeiras - TC

TC School / Primeiros passos

Como funciona um leilão de veículos

16/03/2021 às 10:47

Raphael Carneiro

Entenda como funciona um leilão de carros e outros veículos. Seria uma forma barata de comprar um automóvel, barco ou até mesmo um avião? Quais são as vantagens e desvantagens deste tipo de negócio? Estas são algumas das discussões do artigo a seguir, afinal são muitas dúvidas que envolvem um leilão, especialmente de carros recuperados de financeira ou aprendidos pelo Detran.

Estamos cansados de saber as formas tradicionais na hora de comprar um carro. A dúvida geralmente fica em definir o modo de pagamento: à vista, parcelado, consórcio, financiamento, etc. Existe, entretanto, um modo de venda de carros usados que muita gente desconhece, ou ainda, mesmo quem sabe, não tem a confiança necessária para fazer, que seria adquirir carros de leilão.

No artigo de hoje, iremos explicar de uma forma simples e descomplicada como funciona o sistema de leilão de carros e motos. Será que vale a pena? Qual o tamanho do desconto? Será que é confiável? São algumas das perguntas que serão respondidas ao longo do texto.

A ideia é que você conheça mais sobre a modalidade, aprenda sobre os leilões e possa ter a segurança para definir se um carro de leilão é ou não uma opção para o seu perfil de consumidor. Elencamos o tema nos seguintes tópicos:

  • Como funciona um leilão de carros
  • Tipos de leilões: motos, barcos, avião
  • Como participar dos leilões
  • Carro de leilão: é confiável?
  • Como é feito o pagamento em leilões

Boa leitura!

Leilão de carros: como funciona?

Os leilões servem para quem quer comprar um carro para uso próprio ou até mesmo para quem quer fazer um “trade” com o veículo. No leilão de carros recuperados de financeira, arremata-se por um valor abaixo da tabela, leva para recuperar, faz as melhorias e/ou paga as dívidas necessárias e vende pelo valor de mercado.

É possível, inclusive ganhar dinheiro vendendo carros arrematados em leilões. Muita gente faz dinheiro com este método e formato de negócio. No entanto, é preciso conhecer bem o sistema de leilão de carros para poder fazer tudo certinho, entender o edital e fazer lances assertivos. Entender como funciona a tabela Fipe, por exemplo, pode ser uma ferramenta para quem deseja atuar neste mercado.

Para dar um lance em carro de leilão, você deve ter reunido o máximo de informação possível sobre o leiloeiro e o automóvel a ser arrematado. Assim evitará surpresas desagradáveis.

Atenção especial para o edital do leilão de carros que pretende participar. Antes de dar qualquer lance é importante reunir todas as informações necessárias, lendo atentamente o edital. Lá estarão informações sobre o funcionamento, o leiloeiro e o método de pagamento, por exemplo.

O leiloeiro precisa ser registrado na Junta Comercial do Estado. Além disso, existem também os leilões realizados por órgãos públicos, como o Detran. Nesse caso, são motos e carros apreendidos seja por falta de pagamento do licenciamento ou pegos em blitz, por exemplo.

Por isso, fica a dica para quem tem carro. É necessário estar sempre em dia com os impostos, como IPVA e licenciamento. Isso porque veículo com licenciamento atrasado pode ser apreendido. Neste caso, se o dono demorar mais de 60 dias para resgatar o veículo, ele vai a leilão.

Leilão de carros: como funciona

Um leilão de carros funciona da mesma maneira que os leilões tradicionais. Não tem segredo! Os lotes são disponibilizados – e você pode acompanhar de maneira online – com suas devidas composições.

Vence a disputa a pessoa que der o maior lance.

Tipos de leilões

Leilão de barcos, avião, motos

Não há restrição sobre os tipos de veículos que podem ser arrematados em um leilão ou até mesmo podem ocorrer lotes com venda de peças de avião, por exemplo. Tudo vai depender do edital e dos lotes que estarão disponibilizados.

Em um mesmo evento, por exemplo, podem conter carros usados, seminovos, caminhões, barcos, aviões e motos em leilão, separados por lotes distintos. Ou seja, é possível encontrar diferentes tipos de veículos. É uma questão de oportunidade. Em alguns eventos é possível ter leilão de carros importados, por exemplo.

Como participar dos leilões

Para participar de leilões de veículos é bastante simples. Alguns leilões são realizados pela Internet, os leilões on-line, onde a única coisa que você precisa fazer é se cadastrar no site onde ele será realizado. Claro, como já dissemos, leia sempre o edital antes de tomar qualquer atitude. Afinal, é preciso cumprir algumas exigências para participar de determinados eventos.

Após realizar o cadastro nos sites que organizam os leilões de carros e outros veículos, você receberá avisos dos lotes que estão disponíveis e poderá decidir se vai ou não participar.

Há também a possibilidade de participar através de uma instituição financeira. Elas disponibilizam carros recuperados, devolvidos e aprendidos pelos bancos por falta de pagamento do antigo dono do financiamento de veículo. Nesse caso, o que você precisa fazer é sinalizar à instituição financeira, como a CAIXA, Santander ou Itaú, por exemplo, que tem interesse em participar desses leilões.

É confiável comprar carros em leilão?

Essa talvez seja a pergunta mais feita por quem ouve falar ou recebe a sugestão de um leilão de carros. Sendo uma instituição séria que organize o evento, não há o que temer. Você pode conferir a condição da instituição através dos órgãos de registro do seu estado, por exemplo.

O leilão de veículos é uma prática comum e realizada há bastante tempo. O ponto chave é entender e conferir o realizador, assim você evita cair em golpes. Evite, de toda forma, empresas pouco conhecidas e que tenham poucas informações disponíveis.

Como é o pagamento em leilões

Normalmente, as informações sobre a forma de pagamento dos leilões estarão disponíveis no edital de cada um deles. Por isso a importância de ler com calma cada edital e entender os critérios e regras que serão adotados.

O que é comum a todo leilão de carros ou qualquer outro veículo, é o fato que se o pagamento não for efetuado no prazo estipulado, o lote volta para ser leiloado mais uma vez. E aí, você pode ter seu acesso bloqueado no site que organizou o evento, impedido assim a participação em outros leilões.

Dicas importantes

Alguns pontos geram também dúvidas e curiosidades para quem pensa em comprar um carro de leilão. Listamos alguns deles abaixo para ajudar a sanar essas dúvidas para você fazer um bom negócio:

  • Seguro: é possível fazer o seguro do veículo comprado em um leilão. O que pode dificultar a busca são os critérios de aprovação de cada seguradora, já que o veículo pode ter sido roubado ou sofrido uma batida;
  • Imposto: se você arrematar um veículo com dívidas ou parcelas atrasadas do IPVA, por exemplo, terá que quitar esse débito. Por isso a importância de estudar e analisar direitinho o lote antes de dar o lance;
  • Defeito em todo carro: não é verdade que todo carro que vai a leilão tem algum defeito ou problema. Os carros podem estar ali pela inadimplência do dono em impostos ou no próprio financiamento do veículo, por exemplo.

Essas são questões importantes para que você decida se vai ou não entrar em um leilão para adquirir um novo veículo. Espero que possa ter tirado suas dúvidas e deixado a situação um pouco mais clara para que possa tomar essa decisão.

Não deixe de conferir o canal do TC School no YouTube. Temos muito conteúdo bacana para quem está aprendendo sobre finanças e investimentos!

A gente também está no Instagram e no TikTok. Segue a gente lá!

Raphael Carneiro

Jornalista e planejador financeiro.

Certificação CFP (Certified Financial Planner) concedida pela Planejar - Associação Brasileira de Planejadores Financeiros.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub