Tipos de renda: entenda a diferença entre renda ativa e passiva - TC

TC School / Primeiros passos

Renda ativa x renda passiva: entenda a diferença

03/05/2021 às 16:47

TC School

É comum que, ao se falar de investimento e planejamento para o futuro, muita gente pense e se imagine no chamado “viver de renda”. Contudo, para chegar a tal ponto, é preciso entender o que esse viver de renda significa e como poderia ser utilizado na vida de cada pessoa. E, nesse caminho, é fundamental entender as classificações de renda que uma pessoa pode ter.

Basicamente, as rendas podem ser divididas entre ativa e passiva. O viver de renda é ter, em sua integralidade ou quase ela, as receitas vindas da chamada renda passiva. É ter a certeza de que vai receber aquele valor em determinado período mesmo se passar todo o tempo dormindo ou curtindo uma praia. Isso é viver de renda!

No texto de hoje não entraremos nas questões sobre viver de renda, sobre qual ótica observar, se é o ideal ou não. Apenas elucidaremos você entender as distinções dos tipos de renda. O que é renda ativa, o que é renda passiva e como utilizar cada uma a ser favor. Dividimos o tema nos seguintes tópicos:

  • O que é renda passiva
  • Tipos de renda passiva
  • O que é renda ativa
  • Tipos de renda ativa
  • Limite da renda ativa

Boa leitura!

O que é renda passiva

A renda passiva é o que podemos chamar de nome oficial do que popular “faça seu dinheiro trabalhar por você”. É o que muita gente procura quando começa a investir ou quando fala sobre a aposentadoria: receber sem precisar trabalhar.

Essa garantia de ter uma renda mesmo sem a necessidade de fazer algo é a definição da renda passiva. Ela pode ser a renda integral da pessoa ou complementar em associação com alguma outra atividade. A forma como cada um terá seus rendimentos não altera a essência da renda passiva.

O que é preciso observar para que a renda seja considerada passiva é que ela exista sem a necessidade de uma contrapartida laboral. Você pode viajar, dormir, ler, estudar, nada disso fará a renda deixar de existir.

Isso permite que a pessoa possa viver de renda. Contudo, se ela opta por fazer alguma atividade remunerada, isso não desclassifica a parte da renda que será passiva. O que acontece é que vai haver uma complementação de renda.

Outra confusão que pode existir em relação à renda passiva é confundir com renda extra. Cada uma tem as suas próprias particularidades. A renda extra normalmente acontece quando é preciso aumentar os ganhos e pode exigir dedicação de tempo e trabalho. O que não quer dizer que ela não possa ser uma renda passiva.

No caso de alguém que tenha um emprego, mas que consiga investir um valor considerável em fundos imobiliários ou ações que paguem bons dividendos, por exemplo, ela terá uma renda extra que é passiva.

Tipos de renda passiva

É muito comum que se enxergue o retorno de investimentos no mercado financeiro como um exemplo de renda passiva. E é, mas não é o único. A renda passiva tem diversas outras fontes. Vejamos:

  • Investimentos
  • Aluguel
  • Direitos autorais
  • Royalties

Esses são alguns exemplos de como conseguir uma renda passiva. No caso de direitos autorais e royalties, pode gerar dúvida porque foi necessário um esforço de tempo e trabalho para que algo fosse produzido. No entanto, a renda passiva vem a partir do momento que os ganhos são contínuos, não é preciso fazer mais nada em relação aos direitos autorais de uma música ou livro, por exemplo.

Há outra forma de classificar a renda passiva, que é dividir as possibilidades entre com e sem capital. A divisão fica assim:

  1. Com capital: quando é preciso de um montante financeiro para que a renda possa ser gerada, como no caso dos investimentos ou de aluguel;
  2. Sem capital: quando não é necessário o dinheiro para a geração da renda, como direito de imagem ou autoral.

O que é renda ativa

Após a definição da renda passiva, fica mais fácil e até mesmo intuitivo entender como funciona a renda ativa. Basicamente posso dizer que a renda ativa é o contrário da renda passiva. Ou seja, é toda e qualquer renda que seja necessário um esforço de tempo e dedicação para que ela possa existir.

É aquele dinheiro que, ao final do mês ou de um período, recebemos graças ao “suor do trabalho”. À medida que você troca seu tempo e/ou trabalho por um valor, esta passa a ser a renda ativa.

A nomenclatura pode mudar de situação para situação. Quem recebe mensalmente tem como salário, com encargos e benefícios. Quem é empresário, por sua vez, tem a renda através do pró-labore, por exemplo. Mas todos precisam do esforço – uns mais, outros menos – para que essa renda possa existir.

Tipos de renda ativa

As formas de receber a renda ativa são as mais comuns que temos, até porque são as formas mais encontradas para ter algum tipo de renda. Algumas das possibilidades de renda ativa são:

  • Salário
  • Vendas
  • Trabalho autônomo
  • Prestação de serviço
  • Estágio

Limite da renda ativa

Não há muito mistério sobre a renda ativa e suas formas. Talvez o grande ponto que ajude a virada de chave de muita gente é entender que ela tem prazo de validade. Isso mesmo. Por se tratar de uma renda que necessita do esforço e do tempo, ela tem um prazo de validade. Pode ser que não cesse de vez, mas a tendência é que diminua ao longo do tempo até por limitações físicas e de saúde.

Entender isso é fundamental para que cada um possa fazer seu planejamento de vida.

Um exemplo: um profissional autônomo precisa trabalhar mais se quiser aumentar a receita. Ao trabalhar mais, termina mais cansado, o que pode acarretar problemas de saúde e estafa física, o que acaba por diminuir o tempo de trabalho ao longo dos anos. Outro caso de um profissional assalariado que tem o valor fixo a receber. Não é fácil para ele aumentar essa receita, há um limite.

Esses dois casos mostram a necessidade de um planejamento de vida para que a renda ativa consiga ter o complemento e, quem sabe, a substituição pela renda passiva com o passar do tempo. Sem contar que, é com a renda passiva que é possível alcançar a independência financeira que muitos almejam.

Essa independência financeira, proporcionada pela renda passiva, permite um melhor planejamento e maior tranquilidade ao longo da vida. Isso faz com que a satisfação pelo que se faz aumente, elevando assim também a sensação de bem-estar. Mas não é nada fácil. Quanto antes você começar a se preocupar com isso, maiores as chances de conseguir realizar o que deseja.

Raphael Carneiro
Raphael Carneiro
Jornalista
Planejador financeiro associado à Planejar

TC School

A sua escola como investidor.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub